MotoGP GP de Valência

MotoGP: Bagnaia perdeu fé no título de 2022 por "meia, uma hora"

Piloto italiano da Ducati chegou a fica 91 pontos atrás do rival pela taça, Fabio Quartararo

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Novo campeão mundial da MotoGP, Francesco 'Pecco' Bagnaia diz que só “perdeu a fé” no título de 2022 por “meia hora, uma hora”, quando estava 91 pontos atrás do então líder, o francês Fabio Quartararo, da Yamaha, no GP da Alemanha, em junho.

O italiano fez história neste domingo no GP de Valência ao se tornar o primeiro piloto da Ducati em 15 anos a conquistar o título de MotoGP para a marca, depois de terminar em nono na corrida - enquanto o rival pela taça, Quartararo, foi quarto, resultado insuficiente para o campeão de 2021.

O editor recomenda:

Bagnaia é também o primeiro piloto da história a conquistar o título após ter uma desvantagem de 91 pontos, tendo abandonado cinco corridas na temporada em que foi capaz de conquistar o título da categoria rainha.

Por isso, ele revelou no domingo, após a vitória do campeonato em Valência, que duvidava que pudesse ser campeão logo após Sachsenring. “Acabei por perder fé no campeonato por meia hora, uma hora depois da corrida", disse sobre a sensação após o GP da Alemanha.

“Mas, a partir daquele momento, eu sabia que ainda havia uma chance de ser campeão do mundo. E o trabalho que fizemos este ano é incrível, tivemos um desempenho incrível na segunda parte do ano."

“Tentamos analisar tudo para melhorar, por que eu estava caindo e cometendo tantos erros, mas, a partir daquele momento, fizemos algo incrível", seguiu Bagnaia, que diz que seu acidente germânico o fez perceber problemas de inconsistência que ele tinha, algo “difícil de aceitar” na época.

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

“Também foi assim em Le Mans: eu estava lá [na frente], com possibilidade de vencer a corrida, e caí. Naquele momento, percebi que meu ponto fraco era que eu era um piloto com muitos altos e baixos, com boa velocidade, mas sem consistência."

“Aceitar isso não foi fácil. Então, a partir daquele momento, eu reconheci que tinha um problema e tentei melhorar a mim mesmo", ponderou o italiano, para quem sua corrida em Valência foi sua “pior” da temporada.

Um contato precoce com Quartararo acabou deixando sua Ducati com danos nas asas e transformando sua prova em “um pesadelo”, segundo o piloto da Itália. “Mas estou muito, muito feliz porque vi a placa dos boxes dizendo que eu era o campeão do mundo", afirmou.

"A partir daquele momento, tudo ficou mais leve, foi bom. Minha emoção é incrível neste momento. Não foi fácil, porque, depois daquela luta com o Fabio, perdi uma aleta e, dali em diante, tudo foi um pesadelo."

“Caí [em termos de ritmo] volta a volta, mas tentei ficar na linha defensiva, o que foi muito, muito difícil, muito difícil. Demorou muito para terminar a corrida, mas estou muito orgulhoso da minha equipe e de mim mesmo pelo que fizemos, foi incrível", completou o campeão mundial de 2022.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se punição à RBR 'saiu barato': o 'crime compensa' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Rins supera rivais e vence em Valência; Bagnaia é campeão
Próximo artigo MotoGP - Márquez 'manda recado' a Mir e Rins sobre Honda: Se acostumem com as quedas

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil