MotoGP: Crutchlow fala sobre substituir Viñales na Yamaha; confira

Britânico afirma que podem haver conversas, por ser piloto da equipe, mas negou qualquer rumor de negociação em andamento

MotoGP: Crutchlow fala sobre substituir Viñales na Yamaha; confira

O piloto de testes da Yamaha Cal Crutchlow disse que "não discutiu" a substituição de Maverick Viñales pelo restante da temporada de 2021 da MotoGP na marca japonesa e negou rumores de que o negócio está fechado.

Na quinta-feira, a equipe soltou a bomba que suspendeu o espanhol e o retirou do GP da Áustria deste fim de semana por supostamente tentar explodir o motor de sua moto deliberadamente no etapa da Estíria.

Leia também:

É improvável que Viñales termine a temporada de 2021 após este incidente, já que solicitou que seu contrato de dois anos fosse encerrado no início de 2022. Crutchlow - que correu no lugar do lesionado Franco Morbidelli na SRT na Áustria - já foi relacionado com a substituição a partir do GP da Grã-Bretanha, mas negou quando questionado sobre isso

"Não, não é verdade", disse ele. "Isso é simplesmente porque você tem lido muito a mídia e a situação é que eu não discuti isso com Lin [Jarvis] ou Maio [Meregalli]. Essa é a sua resposta e é a verdadeira."

"Não acredite no que você lê nas notícias, nem sempre é verdade. Claro, sou um piloto Yamaha contratado, tenho certeza que irei discutir algumas coisas com eles no devido tempo. Tenho um ótimo relacionamento na equipe e estou satisfeito com a forma como estamos trabalhando."

"Foram dois fins de semana muito difíceis, mas estou confiante na maneira como estou pilotando e, talvez se eu tivesse que fazer um pouco mais, então estarei mais atualizado", acrescentou.

Crutchlow é o primeiro reserva para substituir quaisquer pilotos dentro da Yamaha em 2021, caso seja necessário, mas também é livre para recusar essas participações se quiser.

Questionado pelo Motorsport.com se competir pelo resto de 2021 na Yamaha de fábrica seria talvez a melhor maneira de conduzir seu programa de testes, ele respondeu: "Não sei. É algo que não foi colocado para mim, então não vale a pena pensar nisso."

"Aos meus olhos não é possível fazer as duas coisas, mas como eu disse, não falei com eles sobre isso e não sabemos quando. Eu queria ser um piloto de testes, se quisesse correr, teria corrido. Não conheço todas as opções disponíveis, discutirei no momento oportuno."

O britânico, que se aposentou das provas no final da temporada passada, também enfatizou que qualquer decisão sobre ele substituir Viñales terá que ser primeiro discutido com sua família.

A SRT, que teve Crutchlow em sua moto esse ano, sofreu um baque financeiro: a gigante petrolífera malaia Petronas deixará de ser o patrocinador da equipe na MotoGP a partir de 2022. O time também abandonará suas escuderias na Moto2 e Moto3.

MAX WILSON vê colaboração "MARAVILHOSA" de BAND no automobilismo, com F1 "até no PROGRAMA DO NETO"

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual piloto merece uma segunda chance na F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Lecuona domina TL2 chuvoso no Red Bull Ring para etapa da Áustria
Artigo anterior

MotoGP: Lecuona domina TL2 chuvoso no Red Bull Ring para etapa da Áustria

Próximo artigo

MotoGP: Martin quebra recorde e é pole position na Áustria

MotoGP: Martin quebra recorde e é pole position na Áustria
Carregar comentários