MotoGP: Márquez diz que "capacidade de sofrer" foi chave no título de Quartararo

Segundo o hexacampeão, francês não se deixou abalar nos momentos difíceis da temporada, sempre se recuperando para entregar bons resultados

MotoGP: Márquez diz que "capacidade de sofrer" foi chave no título de Quartararo

Marc Márquez acredita que a chave para o título de Fabio Quartararo na temporada 2021 da MotoGP foi como o piloto da Yamaha soube "sofrer" e mesmo assim obter resultados fortes.

No último domingo, Quartararo terminou o GP da Emilia Romagna em quarto após sair de 15º e, com a queda de Francesco Bagnaia a cinco voltas do fim, garantiu o título de 2021, tornando-se o primeiro francês campeão na MotoGP.

Leia também:

Ao longo de 2021, Quartararo obteve cinco vitórias e outros cinco pódios, sendo o único piloto a pontuar em todos os GPs até aqui.

Márquez rasgou elogios ao francês, dizendo: "Sim, hoje podemos falar muito sobre como hoje é um dia importante para mim e bla bla bla. Mas hoje não é o nosso dia. O dia é de Fabio, o dia do campeão, o mais rápido, o mais consistente, o melhor do ano".

"Fabio teve uma temporada incrível. Ele soube ser rápido, ser consistente. Mas, especialmente, e isso é algo difícil de lidar, ele foi capaz de sofrer. Quando ele sofria, ele terminava entre os cinco primeiros, mesmo no pódio".

"Então, sim, é hora de aprender com o que ele fez e tentar lutar pelo título em 2022".

Andrea Dovizioso, Petronas Yamaha SRT

Andrea Dovizioso, Petronas Yamaha SRT

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Andrea Dovizioso, que voltou ao grid no mês passado com a Petronas SRT, vêm estudando a telemetria de Quartararo, e notou que ninguém pilota a M1 da Yamaha como o francês.

"Bem, ele tem sido consistente porque está aplicando esse estilo de pilotagem em todo lugar, sempre que está na pista. E conseguiu fazer isso em todas. Não é sobre encontrar a aderência em uma pista e ser rápido".

"Ele foi rápido em todas as condições, temperaturas, pistas, sempre do mesmo modo. Ele freia muito tarde, mas isso é fácil. É difícil frear tarde e virar a moto como ele. E ele está fazendo isso com facilidade".

"Se você checar suas saídas nos treinos, ele faz cinco, seis voltas, ele sempre faz a mesma coisa com poucos erros. É isso que ele fez, e ele obteve isso ao melhorar treino a treino, largando quase sempre nas duas primeiras filas".

RETA FINAL: Fim da linha para Mercedes/Hamilton em '21? O pós-GP, VW na F1, polêmicas nos EUA e mais

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #139 – Qual o campeonato da F1 mais emocionante do século?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Emocionado, Rossi diz que Misano foi "o melhor modo de dizer adeus" aos fãs italianos
Artigo anterior

MotoGP: Emocionado, Rossi diz que Misano foi "o melhor modo de dizer adeus" aos fãs italianos

Próximo artigo

MotoGP: Quartararo opta por manter número 20 em 2022: "Estou longe de ser o 1"

MotoGP: Quartararo opta por manter número 20 em 2022: "Estou longe de ser o 1"
Carregar comentários