MotoGP: Márquez diz que encerrar carreira "não estava descartado" após lesão no olho e comemora recuperação

Problemas físicos do hexacampeão da categoria rainha quase o impediram de começar temporada de 2022, mas ele ainda adota cautela

MotoGP: Márquez diz que encerrar carreira "não estava descartado" após lesão no olho e comemora recuperação

O hexacampeão da MotoGP Marc Márquez admitiu que seus médicos nem sabiam quanto tempo ele levaria para se recuperar de sua última lesão no olho. O espanhol foi forçado a perder as duas últimas rodadas da temporada de 2021 devido a uma concussão sofrida em um incidente de motocross, que fez retornar os problemas de visão dupla que ele tinha anteriormente em 2011 após um acidente de Moto2.

A Honda anunciou na quinta-feira que a recuperação do piloto progrediu o suficiente para ele retornar aos treinos esta semana. No entanto, falando após apresentação da marca nesta sexta-feira (14), Márquez admitiu que seu futuro incerto durante o inverno [europeu] foi "um momento difícil" e que nenhuma eventualidade, incluindo nunca mais andar de moto, estava descartada.

Leia também:

Quando questionado pelo Motorsport.com sobre o quão preocupado ele ficou nos últimos meses, ele respondeu: "É claro que a recuperação de uma lesão como essa não é fácil de medir. Ou você tem visão clara ou não. Ligado ou desligado. Então é claro que, quando passo por isso, quero correr já no dia seguinte".

"Todavia, especialmente neste caso de dez anos atrás em 2011, foi exatamente a mesma situação; você não sabe e não pode dizer. E o médico não me falou: 'você vai ficar [bem] em um, três ou seis meses'. Quer dizer, é algo que nem eles sabem. Então, foi complicado."

"Passo a passo foi melhorando, mas quando você tem esse tipo de lesão, tudo está em jogo: a cirurgia, o tempo e a possibilidade de não poder mais andar de moto. Foi um momento difícil pela indefinição do futuro."

"Apesar disso, o último mês começou a ser cada vez melhor, e quando comecei a me sentir bem, há uma semana, fui pedalar um pouco, depois parti para o ciclismo de montanha e a sensação era boa. Fiquei cada vez melhor, e esta semana, quando fui ao médico, ele confirmou a melhora e depois me permitiu andar de moto."

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Márquez não descartou estar em sua Honda novamente para os testes de pré-temporada em fevereiro, na Malásia, mas observou: "Quero andar por mais dias [em uma moto] e também em um circuito de GP para avaliar. Quero ter 100% de certeza de que, quando ir à pista, estarei pronto para um campeonato normal."

Ele também diz que é improvável que precise de cirurgia mais adiante, mas não pode dizer com certeza até que tenha tentado pilotar uma moto em um circuito adequado e seja capaz de ver como seu olho reage.

"Claro, se estou andando é porque parece que não vamos precisar da operação por agora", comentou." No entanto, neste momento, sigo o conselho do médico. Ele quer ver em um circuito com alta velocidade e um teste de um dia com muitas voltas."

"Vamos avaliar todos esses detalhes antes dos teste na Malásia. Então, por esse motivo, desde o primeiro momento em que me lesionei, adotamos um caminho conservador. Passo a passo, o tempo vai resolver tudo. Se não, vamos de cirurgia, mas parece que o tempo está funcionando da maneira certa e está tudo bem."

TELEMETRIA DE FÉRIAS: RICO PENTEADO fala tudo sobre NOVO CARRO DA F1 que estreia em 2022

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #157 - Sucesso da F1 na Band e destaques de 2021: entrevista com editor Fred Sabino

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Márquez volta a subir em moto e Honda espera por ele em Sepang
Artigo anterior

MotoGP: Márquez volta a subir em moto e Honda espera por ele em Sepang

Próximo artigo

MotoGP: Gresini Racing é a primeira equipe a apresentar motos de 2022

MotoGP: Gresini Racing é a primeira equipe a apresentar motos de 2022
Carregar comentários