MotoGP: Quartararo é punido por correr com macacão aberto em Barcelona

Penalidade de francês foi a segunda que o atingiu na mesma corrida

MotoGP: Quartararo é punido por correr com macacão aberto em Barcelona

Fabio Quartararo foi atingido com mais três segundos de penalização no resultado do GP da Catalunha de MotoGP por correr com o macacão desabotoado.

Nos estágios finais da corrida deste domingo em Barcelona, ​​o macacão do piloto da Yamaha se abriu com cerca de cinco voltas para o final e foi visto descartando seu protetor de tórax na curva 3, enquanto perseguia Miguel Oliveira.

Leia também:

Quartararo continuou até a bandeira quadriculada com seu traje totalmente aberto, mas não foi penalizado inicialmente, apesar dos regulamentos que afirmam: “O equipamento deve ser usado, corretamente preso, em todos os momentos durante a atividade na pista.”

No entanto, após uma investigação mais aprofundada do Painel de Comissários da MotoGP na noite de domingo, Quartararo foi considerado como tendo violado os regulamentos em torno do equipamento de segurança.

Como resultado, o piloto da Yamaha foi punido em três segundos, que o tirou da quarta colocação na classificação da corrida para sexto, promovendo Joan Mir a quarto e seu companheiro de equipe, Maverick Viñales a quinto.

Um comunicado emitido pela FIM dizia: “Em 6 de junho de 2021, durante a corrida de MotoGP do GRAN PREMI MONSTER ENERGY DE CATALUNYA, Quartararo estava andando com o seu traje de couro mal ajustado e sem o protetor de peito necessário.

“Isso é uma violação do Artigo 2.4.5.2 dos Regulamentos do Grande Prêmio do Campeonato Mundial FIM.

“Pelas razões acima, o Painel de Comissários FIM MotoGP impôs uma penalidade de três segundos a ser aplicada aos resultados da corrida GRAN PREMI MONSTER ENERGY DE CATALUNYA MotoGP.”

Quartararo já havia recebido uma penalidade de três segundos por violação dos limites da pista nos últimos estágios nas Curvas 1 e 2.

Isso já havia derrubado Quartararo da terceira posição na bandeira quadriculada para a quarta posição.

Quartararo não teve explicação para o motivo de seu macacão ter sido desfeito e disse que a Alpinestars estava investigando o problema.

Vários pilotos sentiram que Quartararo deveria ter recebido a bandeira preta durante a corrida pela infração, enquanto Mir da Suzuki disse que o representante da Yamaha colocou outros pilotos em perigo quando descartou seu protetor de peito.

Em resposta a esses comentários e aos pedidos de punição, Quartararo foi ao Instagram para dar vazão a suas frustrações.

“Parabéns a todas as pessoas que vão reclamar de mais uma penalidade”, escreveu. “Não coloquei ninguém em perigo, como dizem, e já foi difícil para mim pilotar.”

“Mas é ótimo ver os rostos reais de algumas pessoas. Só quero agradecer a todos que me apoiam e ajudam nos momentos difíceis. Vejo você no próximo.”

A última punição de Quartararo significa que sua liderança no campeonato está atualmente em 14 pontos sobre Johann Zarco, da Pramac, que foi segundo no domingo em Barcelona.

F1 2021: GLÓRIA de PÉREZ, BATIDA de VERSTAPPEN e VACILO de HAMILTON; análise do CAOS em Baku | PÓDIO

PODCAST: Quais os episódios fora da F1 que mais marcaram nossas vidas?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Oliveira supera Quartararo, segura Zarco e vence na Catalunha

Artigo anterior

MotoGP: Oliveira supera Quartararo, segura Zarco e vence na Catalunha

Próximo artigo

MotoGP: Quartararo mantém liderança após etapa da Catalunha; veja

MotoGP: Quartararo mantém liderança após etapa da Catalunha; veja
Carregar comentários