MotoGP: Quartararo ‘se sente como em 2019' após vitória em Portimão

Piloto francês vence pela segunda vez consecutiva em 2021

MotoGP: Quartararo ‘se sente como em 2019' após vitória em Portimão

O vencedor do GP de Portugal, Fabio Quartararo, disse que se sente como na época da sua estreia com a Yamaha na MotoGP e está confiante de que sua moto se sairá bem em todas as pistas.

Quartararo conquistou sua segunda vitória consecutiva em 2021 no Autódromo Internacional do Algarve, abrindo uma vantagem de 15 pontos no campeonato após três etapas.

Leia também:

O piloto francês teve um início de campanha similarmente forte em 2020, mas foi terminou em 14º em Portugal na temporada passada.

Apesar de ter admitido durante os testes de pré-temporada que estava preocupado com a baixa aderência da pista do Algarve, Quartararo esteve forte durante todo o final de semana em Portimão.

"Sim, honestamente, me sinto como [o senti em] 2019", disse. 

“A moto está se saindo muito bem e tenho a mesma [moto do Catar]."

“Não tocamos na moto. Chegamos aqui, é exatamente a mesma moto do Catar, [apenas] mudamos algumas coisas. Mas nunca nos perguntamos 'devemos tentar isso'. E 2019 foi assim e você pode ver a diferença entre o Catar e aqui, são totalmente diferentes."

"Isso significa que a moto está correndo muito bem e tenho quase a certeza que vai se sair bem em todas as pistas este ano."

Race winner Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Race winner Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

O piloto francês disse que uma das maiores diferenças entre a corrida deste ano em Portugal e a de 2020 é a sua mentalidade, admitindo que agora se sente "totalmente diferente".

"Quando você vence as duas primeiras corridas consecutivas com vantagem de quatro segundos, sente que vai começar e continuar", explicou Quartararo.

“Mas os outros estão trabalhando tanto para passar por cima de você, para assumir aquele lugar. E na verdade agora estou apenas pensando corrida após corrida. Em Jerez [no ano passado] eu estava tipo 'uau, somos os primeiros no campeonato'."

“Eu nunca tinha estado nessa posição e era estranho para mim. Então, é por isso que agora nem estou olhando para o campeonato."

"Estou apenas pensando na próxima corrida e mesmo durante a pré-temporada trabalhei muito bem com o meu psicólogo e sinto que todos os exercícios que ele me deu foram bons para me manter calmo."

Quartararo correu em ritmo acelerado rumo à vitória, tendo que conter a pressão de Alex Rins, da Suzuki.

Ele admitiu que esse ritmo foi "inesperado", acrescentando: "Acho que fizemos mais 1min39s do que 1min40s, e na verdade o ritmo foi muito forte".

“Eu sabia que tínhamos um ritmo um pouco melhor do que Alex, ele estava muito rápido, sempre 0,2s [atrás]."

"Ele cometeu um erro, mas honestamente o ritmo que estabelecemos hoje foi inesperado para mim, é ótimo desfrutar muito dessa pista", concluiu.

F1 2021: CAOS em Ímola! Bottas x Russell, 'trapalhada' de Hamilton, brilho de Verstappen e + | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: TELEMETRIA: A verdade sobre motor Honda e tudo sobre o GP da F1 em Ímola

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Márquez “explodiu” de emoção após retorno dos “sonhos”

Artigo anterior

MotoGP: Márquez “explodiu” de emoção após retorno dos “sonhos”

Próximo artigo

MotoGP: Rivais de Márquez "já esperavam" retorno forte em Portugal

MotoGP: Rivais de Márquez "já esperavam" retorno forte em Portugal
Carregar comentários