MotoGP
04 out
-
06 out
Evento encerrado
18 out
-
20 out
Evento encerrado
25 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

MotoGP: Rossi explica problemas da Yamaha no primeiro dia em Jerez

compartilhar
comentários
MotoGP: Rossi explica problemas da Yamaha no primeiro dia em Jerez
Por:
Co-autor: Matteo Nugnes
3 de mai de 2019 18:24

Heptacampeão da categoria máxima da motovelocidade mundial, o 'Doutor' ficou apenas em 16º nos tempos combinados da sexta-feira

Estrela da MotoGP, o italiano Valentino Rossi disse que a Yamaha está "em apuros" depois de uma atribulada sexta-feira em Jerez, em que o heptacampeão foi apenas 16º colocado nos tempos combinados. Ele terminou em 18º e 14º, respectivamente, nas duas sessões de treinos, e foi quase oito décimos mais lento que o conterrâneo Danilo Petrucci, piloto da Ducati. “Estou bastante abaixo no grid e estamos um pouco em apuros”, disse o ‘Doutor’.

Jerez tem sido um circuito difícil para a Yamaha nos últimos anos, mas Rossi disse que havia esperanças de que a equipe se sairia melhor desta vez. Entretanto, o italiano admitiu que não foi rápido e que não teve um ritmo forte. Segundo eles, seus problemas se resumiram a um sentimento geral ruim com a moto, em vez de um problema específico.

Leia também:


"Foi um dia difícil", disse Rossi. "Sabemos que aqui em Jerez seria um pouco difícil, porque nos últimos anos não fomos muito rápidos. Mas esperávamos também que pudéssemos ser melhores que no ano passado por causa da moto modificada para 2019, que nos ajuda nas três primeiras corridas. Também temos o novo asfalto, então esperamos poder ser mais competitivos, mas o dia foi difícil”.

"Tentamos algumas coisas diferentes à tarde, mas eu não conseguia ir rápido, e também meu ritmo não era fantástico. Não somos fortes aqui. Parece que o casamento entre a M1, pneus e pista não é bom. Eu não tenho um problema particular, mas sim no geral. Tentamos modificar o equilíbrio da moto. Não é apenas em aceleração. Tentamos modificar algo, mas infelizmente não funciona”.

Companheiro de Rossi, Maverick Viñales terminou o dia em quinto, mas também ficou insatisfeito com a moto. "O problema é o mesmo há dois anos. Tenho que frear com muito cuidado", disse ele. "O freio motor não se comporta adequadamente. Jerez é uma das piores pistas para nós. Na eletrônica também sofremos. Temos que continuar trabalhando e encontrar uma maneira. É importante para mim fazer a moto funcionar com o meu estilo".

Quando perguntado se um mau desempenho em Jerez poderia significar mais uma temporada de lutas constantes, Rossi disse: "Com certeza, se conseguirmos ser fortes aqui, é muito positivo, mas se lutarmos contra a moto, é negativo apenas para este fim de semana. Para mim não é a resposta final. Não está tudo terminado aqui. Para continuar a lutar no campeonato, precisamos conquistar alguns pontos de qualquer maneira".

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próximo artigo
MotoGP, 6h de Spa e Stock Car: veja a agenda do automobilismo na TV no fim de semana

Artigo anterior

MotoGP, 6h de Spa e Stock Car: veja a agenda do automobilismo na TV no fim de semana

Próximo artigo

Lorenzo esperava ser mais competitivo em treinos de Jerez da MotoGP

Lorenzo esperava ser mais competitivo em treinos de Jerez da MotoGP
Carregar comentários