MotoGP
23 ago
-
25 ago
Evento encerrado
13 set
-
15 set
Evento encerrado
20 set
-
22 set
Evento encerrado
04 out
-
06 out
Evento encerrado
R
GP do Japão
18 out
-
20 out
Próximo evento em
2 dias
25 out
-
27 out
Próximo evento em
9 dias
R
GP da Malásia
01 nov
-
03 nov
Próximo evento em
16 dias
R
GP de Valência
15 nov
-
17 nov
Próximo evento em
30 dias

Lorenzo esperava ser mais competitivo em treinos de Jerez da MotoGP

compartilhar
comentários
Lorenzo esperava ser mais competitivo em treinos de Jerez da MotoGP
Por:
3 de mai de 2019 18:52

Tricampeão da categoria máxima da motovelocidade mundial, piloto espanhol ainda não está confortável com a moto da Honda

Piloto da Honda na MotoGP, Jorge Lorenzo esperava ser mais competitivo no primeiro dia de treinos em Jerez de la Frontera, onde ocorre o GP da Espanha da categoria máxima da motovelocidade mundial. O espanhol foi o quarto mais rápido na somatória dos tempos das duas sessões práticas.

Após não aproveitar muito a pré-temporada por causa de uma lesão, o tricampeão da MotoGP teve um atribulado começo de campeonato. Lorenzo, então, apontou Jerez como o primeiro circuito do calendário em que poderá começar a mostrar o seu potencial com a nova equipe, na qual tem o pentacampeão Marc Márquez como companheiro.

Leia também:


Depois de terminar em 13º e 12º no Qatar e na Argentina e abandonar em Austin, Lorenzo disse que tem como alvo uma posição nas duas primeiras filas do grid em Jerez. Para a etapa espanhola, o piloto da casa ficou em segundo no primeiro treino livre, mas fechou a segunda sessão apenas em nono, a mais de meio segundo do líder Danilo Petrucci, embora tenha sido atrapalhado por uma bandeira vermelha perto do fim.

Apesar da boa volta no TL1, Lorenzo admitiu que seu tempo da tarde é mais realista do que o resultado da manhã. Ele também disse que esperava ser mais competitivo, pois continua a não se sentir confortável com a Honda. "Esperava ser mais competitivo e fui nesta manhã. À tarde tive mais problemas. Preciso de mais experiência com esta moto para quando as circunstâncias da pista mudarem”, disse.

"O Lorenzo mais real é aquele que terminou em nono, porque a corrida acontece às duas horas da tarde. A posição da manhã é boa, mas eu gostaria de me sentir melhor com a moto. Eu ainda não estou bem confortável, não tenho a confiança que gostaria nas curvas rápidas".

Márquez falou sobre o companheiro: "Eu segui o Jorge porque nesta manhã ele foi rápido. Eu vi alguns pontos fortes do seu estilo de pilotagem, os fracos não vou dizer. Ele é capaz de ir para a curva muito rápido. Ele já fazia isso muito rápido na Ducati, mas mesmo com a Honda, pode ir para a curva muito depressa. Isto é positivo".

Lorenzo, porém, disse que precisa de um esquema que lhe permita frear mais cedo, já que a maneira como ele pilota atualmente é muito física. "Houve alguns problemas, mas tenho certeza de que encontraremos uma configuração mais adequada. Tenho que encontrar uma configuração que me permita frear mais cedo. Amanhã vamos mudar o método para ver se posso ganhar alguns décimos para me aproximar do Marc", disse.

"A moto é competitiva, é uma moto vencedora. A Honda é uma moto mais compacta e ainda preciso de um pouco mais de tempo, porque na frenagem, depois das voltas, meus braços ainda ficam cansados”, admitiu Lorenzo.

Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team

Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próximo artigo
MotoGP: Rossi explica problemas da Yamaha no primeiro dia em Jerez

Artigo anterior

MotoGP: Rossi explica problemas da Yamaha no primeiro dia em Jerez

Próximo artigo

Quartararo se torna o pole mais jovem da MotoGP; Marquez é 3º e Rossi 13º

Quartararo se torna o pole mais jovem da MotoGP; Marquez é 3º e Rossi 13º
Carregar comentários