MotoGP
R
GP do Catar
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
36 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
50 dias
R
GP das Américas
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
64 dias
R
GP da Argentina
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
78 dias
R
GP da Espanha
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
92 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
106 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Catalunha
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
127 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
141 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
148 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
190 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
197 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
211 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
225 dias
R
GP de Aragón
01 out
-
04 out
Próximo evento em
246 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
260 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
268 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
274 dias
R
GP de Valência
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
288 dias

Pole e recordista, Lorenzo diz: "não foi uma volta perfeita"

compartilhar
comentários
Pole e recordista, Lorenzo diz: "não foi uma volta perfeita"
Por:
Traduzido por: Gabriel Carvalho
12 de nov de 2016 19:13

Jorge Lorenzo revela que volta com a qual conquistou pole para o GP de Valência poderia ter sido ainda melhor se ele tivesse extraído o máximo dos pneus

Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Polesitter Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing, second place Marc Marquez, Repsol Honda Team, third place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team

Na prova que marca a despedida da Yamaha, Jorge Lorenzo resolveu mostrar porque é piloto da equipe japonsesa desde 2008 e porque conquistou três títulos na MotoGP, derrotando com autoridade os adversários na classificação para o GP de Valência.

Além da pole, Lorenzo bateu em mais de 0s6 o recorde anterior, que pertencia a ele mesmo. Apesar de ter ficado um pouco surpreso com o próprio desempenho, Lorenzo revelou que poderia ter feito uma marca ainda melhor, não fossem erros na primeira curva na segunda e terceira tentativas no Q2.

"Jamais imaginei que pudesse andar tão rápido aqui. Mas ontem já pude ter uma ideia, temos bons pneus aqui. Quando apertei um pouco o ritmo no TL2, marquei 1min30s4. Sabia que poderia ficar na marca de 1min29s9, 1min29s8. Mas não 1min29s4, isso não", disse.

"É inacreditável o quão veloz podemos ser quando chega a hora de fazer a volta de classificação. Todos foram ao limite e fizemos tempos inacreditáveis. Mas não foi, mesmo que pareça difícil de acreditar, uma volta perfeita. Na segunda e terceira tentativas, errei na primeira curva. Poderia ter sido ainda mais veloz", contou.

"De qualquer forma, estou muito orgulhoso e feliz. Vencemos o primeiro desafio, agora é tentar conquistar o mais importante, que é a vitória", afirmou.

Marc Márquez também exaltou a volta e o recorde de Lorenzo. O campeão da temporada ficou em segundo, a 0s340 do compatriota. O piloto da Honda admitiu que a pole era impossível, mas espera ser mais competitivo na corrida, quando o desgaste dos pneus será um ponto fundamental.

"Hoje eu já sabia que a pole seria algo improvável, pois sofremos um pouco nas acelerações quando estamos com pneus novos. Quando a borracha se desgasta, porém, conseguimos gerenciar um pouco melhor a situação", disse.

"Vamos ver o que acontece amanhã. Sabemos que será difícil, especialmente para enfrentar Jorge, mas tentaremos gerenciar da melhor maneira possível a situação", afirmou.

Rossi alerta para ameaça de Viñales em briga por pódio

Após sofrer bastante com a falta de ritmo no TL2 e TL3, Valentino Rossi conseguiu melhorar um pouco o ritmo e já mostrou avanços no TL4, quando terminou em quinto. Na classificação, o italiano melhorou um pouco mais e terminou em terceiro, a ainda distantes 0s727 de Lorenzo.

De qualquer forma, Rossi reconhece que brigar com Márquez e Lorenzo, pelo menos pelo que se viu na sexta e no sábado, é uma possibilidade remota. Além disso, o piloto da Yamaha alerta para o ritmo do futuro companheiro de equipe, Maverick Viñales.

“Tive um dia muito difícil ontem. Nesta manhã, melhoramos um pouco o equilíbrio da moto, mas ainda não era bom o suficiente. À tarde, fizemos mais avanços e me senti bem na classificação. Queria fazer 1min29s, mas a primeira fila é um bom resultado, pois aqui é difícil ultrapassar", disse.

“No momento, Lorenzo e Márquez são mais velozes, mas Viñales também está forte - mais forte do que eu. Se quisermos brigar pelo pódio, precisamos melhorar e ser mais fortes. A primeira fila também é importante por isso, pois nos dá mais chances de fazer um bom começo e lutar", completou.

Próximo artigo
Com recorde, Lorenzo é pole em Valência; Rossi é 3º

Artigo anterior

Com recorde, Lorenzo é pole em Valência; Rossi é 3º

Próximo artigo

Furioso, Crutchlow dispara contra Bradl: "idiota do c******"

Furioso, Crutchlow dispara contra Bradl: "idiota do c******"
Carregar comentários