MotoGP
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
26 dias
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
40 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
54 dias
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
61 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
75 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
82 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
96 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
124 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
131 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
145 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
159 dias
R
GP de Aragón
25 set
-
27 set
Próximo evento em
174 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
194 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
202 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
208 dias
13 nov
-
15 nov
Próximo evento em
223 dias
R
GP da Argentina
20 nov
-
22 nov
Próximo evento em
230 dias
R
GP de Valência
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
237 dias

Rossi: Foi muito triste não poder vencer em 2018

compartilhar
comentários
Rossi: Foi muito triste não poder vencer em 2018
Por:
6 de jan de 2019 16:08

Exceto pela passagem na Ducati em 2011 e 2012, italiano sempre havia vencido pelo menos uma corrida em cada uma de suas temporadas na MotoGP

Valentino Rossi fez sua estreia no mundial de motovelocidade nas 125cc em 1996 e nesse mesmo ano conseguiu sua primeira vitória no campeonato, na República Tcheca.

Desde então, o italiano sempre ganhou pelo menos uma corrida em cada uma das 23 temporadas, com duas exceções. O período na Ducati (2011-2012) e a temporada 2018, em que ele não conseguiu nenhuma vitória, apesar de "me encontrar melhor do que nunca", segundo ele próprio.

A última vitória de Rossi foi em 25 de junho de 2017, em Assen, e desde então, ele não venceu novamente, competindo em um total de 27 corridas, incluindo as 18 da última temporada.

A favor do italiano, deve-se dizer que a Yamaha não conseguiu fazer uma moto competitiva durante toda a temporada, embora seu companheiro de equipe, Maverick Viñales, fosse capaz de vencer na Austrália.

Essa seca não impediu que Rossi fosse reconhecido em seu país, onde um canal de televisão transmite um conhecido programa, "Striscia la notizia" (Canale 5), que a cada ano oferece o prêmio "Tapiro d'oro" para um personagem ou celebridade que não conseguiu fechar o ano de forma positiva.

De acordo com o programa, o prêmio atribuído a Valentino foi por "não ter conseguido vencer nenhuma corrida em 2018", o que não deixa margem para dúvidas.

Um dos apresentadores do programa foi para Monza durante o último Shown Rally, no qual Valentino venceu ao volante de um Ford Fiesta WRC Plus, e entregou o prêmio.

"Foi uma temporada difícil", admitiu Rossi já com o troféu nas mãos. "Não conseguimos vencer uma única corrida, e isso foi muito triste", reconheceu.

O programa, em tom de humor, contou a vitória obtida nos “100 km dei campioni”, prova não oficial realizada no MotorRanch VR46.

"Sim, venci, lutamos com Franco Morbidelli contra Pasini e Baldassarri até o último segundo e conseguimos vencê-los". E com risadas ele acrescentou: "Nós vencemos porque os que estavam na frente caíram."

O apresentador do programa também pergunta a Rossi, que completará 40 anos em fevereiro, quando planeja se casar com sua atual parceira.

"Eu não sei, nós não decidimos. Nós não pensamos nisso", desconversa.

Próximo artigo
Márquez diz que não entendeu mudança de número de Viñales

Artigo anterior

Márquez diz que não entendeu mudança de número de Viñales

Próximo artigo

Pressão está em Márquez, não em Lorenzo, diz Rainey

Pressão está em Márquez, não em Lorenzo, diz Rainey
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Valentino Rossi Compre Agora
Autor Germán Garcia Casanova