MotoGP
18 out
-
20 out
Evento encerrado
25 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

Pressão está em Márquez, não em Lorenzo, diz Rainey

compartilhar
comentários
Pressão está em Márquez, não em Lorenzo, diz Rainey
Por:
Co-autor: Gerald Dirnbeck
7 de jan de 2019 09:22

Atual campeão será o único sob pressão no grid da MotoGP em 2019, em vez do recém-chegado Jorge Lorenzo, acredita o tricampeão das 500cc, Wayne Rainey

Jorge Lorenzo já respira novos ares, após mudar para a Honda a partir deste ano, depois de duas temporadas decepcionantes na Ducati.

E, apesar de Lorenzo ter feito um começo promissor com a marca japonesa, indo bem nos testes de pós-temporada no ano passado, o tricampeão das 500 cc, Wayne Rainey acredita que a pressão deve estar com o atual campeão da categoria.

"Márquez tem seus pontos fortes, mas ele também tem seus pontos fracos, e isso é o que ele precisa melhorar", disse Rainey ao Motorsport.com. "[Lorenzo] vai ter uma grande motivação para pressionar Márquez.”

"Mas Lorenzo é previsível. Anda de moto de uma certa forma, os riscos que corre são de tal forma que ele sempre vai para a bandeira quadriculada. Se ele puder pressionar Márquez, fazer Márquez errar, isso será bom para Lorenzo.’

"A pressão está em Márquez mais do que Lorenzo, porque Lorenzo está vindo da Ducati. A Honda é a equipe de Márquez. A moto foi desenvolvida para Márquez.”

"Lorenzo, se ele vier em terceiro ou quarto lugar, ele pode dizer ‘ainda estou me ajustando à moto’. Dizendo isso, tenho certeza que Lorenzo vai querer sair e vencer a primeira corrida para mostrar que está falando sério."

Rainey também destacou o fato de Márquez ter sofrido mais quedas do que qualquer outro piloto na MotoGP (23), dizendo que o espanhol deveria dar uma margem maior para reduzir o risco de se lesionar.”

"Se Márquez cair mais de 20 vezes no ano que vem, talvez ele se derrote", disse Rainey. "As chances são contra você quando você cometer erros como este.”

"Quando você está fora da sua moto, deslizando pela grama a 200 km/h, talvez você esteja bem nos dois primeiros metros, mas se começar a passar pela pista, tudo poderá acontecer.”

"Espero que Márquez possa encontrar uma maneira de ser mais consistente. Ele precisa ficar mais em sua moto. Não é muito saudável cometer erros como esse."

Marc Marquez, Repsol Honda Team crash

Marc Marquez, Repsol Honda Team crash

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próximo artigo
Rossi: Foi muito triste não poder vencer em 2018

Artigo anterior

Rossi: Foi muito triste não poder vencer em 2018

Próximo artigo

Chefe: Aprilia “não tem desculpa” para não melhorar em 2019

Chefe: Aprilia “não tem desculpa” para não melhorar em 2019
Carregar comentários