Rossi: “no seco, Viñales, Márquez e Iannone estão à frente”

Apesar de ter conseguido o segundo lugar no grid de largada, Valentino Rossi diz estar em dificuldades e vê rivais que largam atrás com melhores chances em pista seca

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Yamaha MotoGP

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Segundo colocado na classificação para o GP da Grã-Bretanha, realizada neste sábado (3), Valentino Rossi reconhece que os rivais mais próximos têm ritmo superior em pista seca. Para Rossi, apesar de o rendimento da Yamaha não ser ruim, Maverick Viñales, Marc Márquez e Andrea Iannone estarão à frente dele se a pista estiver seca durante a corrida.

“Para mim, no seco, Viñales, Márquez e Iannone estão à frente, especialmente Viñales - Márquez também. Nós não estamos tão bem em relação ao ritmo, nem Lorenzo está. Vamos tentar melhorar amanhã e ver se brigamos pelo pódio", disse.

“Nesta manhã, eu me senti bem com a moto em pista seca no TL3 e o ritmo era relativamente bom, só um pouco atrás de Márquez e Viñales. Mas quando coloquei pneus novos perdi rendimento, entrando no Q2 no limite - o que mostra que não estávamos tão bem assim. No molhado, melhoramos e conseguimos um lugar na primeira fila, o que sempre é vantajoso", acrescentou Rossi, que ressaltou que outra dificuldade para a prova está na escolha de pneus.

“Precisamos buscar mais velocidade, mas outro ponto de preocupação é a escolha do pneu dianteiro. Temos muitas opções e precisamos ficar atentos às condições de pista e à temperatura. Pode ser que tenhamos de usar um composto que nunca testamos, pois amanhã não teremos tempo de fazer muitas voltas. Veremos", observou.

Com chassi antigo

Depois de testar o novo chassi no seco e se mostrar satisfeito, Rossi optou por montar o antigo nas duas motos durante os trabalhos deste sábado. "Conversamos nos boxes e a equipe me disse que, com a chuva, era melhor trabalhar em cima do que já conhecemos. No fim, foi a decisão certa, pois no molhado eu me sinto melhor com o chassi antigo. Com o novo, senti alguma dificuldade na pista molhada", disse.

A previsão do tempo indica menores chances de chuva para a corrida, condição na qual o novo chassi agradou a Rossi. "Veremos, vai depender das condições climáticas. Não sei o que vamos fazer, mas é possível que tenhamos uma moto com o antigo e outra com o novo, porque no seco a diferença é grande a favor do novo chassi", afirmou.

Se não chover, a temperatura deve ser baixa, outro aspecto que complica a vida de Rossi e da Yamaha. "Temos algumas dificuldades com o frio. Nossa moto rende melhor no calor, se chover ou fazer frio sofreremos mais", completou.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Após pole perdida, Laverty detona técnico da Michelin
Próximo artigo 5º, Márquez lamenta mudança no acerto antes de queda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil