Rossi pede "um motor mais forte" para a Yamaha de 2017

Valentino Rossi pediu mudanças significativas para a moto do próximo ano e destacou que M1 de 2016 tem perdido rendimento a partir da segunda metade das corridas

Rossi pede "um motor mais forte" para a Yamaha de 2017
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Podium: second place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Podium: second place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing, Maverick Viñales, Team Suzuki Ecstar MotoGP
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Valentino Rossi quer uma Yamaha diferente para 2017. E o italiano sabe por onde quer que a mudança passe: pelo motor da M1. Além de pedir um motor mais forte, Rossi quer que o time japonês encontre respostas para a queda de desempenho que a moto nipônica tem apresentado nas últimas corridas.

“A partir da metade das corridas, a Honda parece mais rápida do que a Yamaha. Sofremos porque perdemos muita aderência na traseira - aconteceu em Misano, em Aragón e voltou a acontecer na Austrália', disse.

“Tive sorte de ultrapassar muita gente nas dez primeiras voltas da prova, pois no final (Maverick) Viñales rodava mais rápido do que eu", reconheceu o italiano.

A queda de performance da Yamaha se acentuou na segunda parte da temporada. Nas sete primeiras etapas, o time de Iwata conquistou cinco vitórias. Desde o GP da Catalunha, vencido por Rossi, a fabricante japonesa não voltou a vencer.

Com tais números em mente, Rossi pede à Yamaha que a moto de 2017 - que segundo os projetistas será mais uma revolução do que uma evolução - seja forte o suficiente para que ele possa lutar com a Honda durante a próxima temporada.

“Precisamos de um motor mais forte. Na metade das corridas, sobretudo, a Honda é mais veloz do que a M1. Espero uma moto que em 2017 seja a mais forte em relação ao motor, mas espero também que solucionemos as dificuldades que têm aparecido na segunda metade das provas", completou Rossi.

compartilhar
comentários
Após pódio, Viñales quer tirar 3º de Lorenzo no campeonato
Artigo anterior

Após pódio, Viñales quer tirar 3º de Lorenzo no campeonato

Próximo artigo

Após vitórias, Crutchlow pede mais apoio da Honda

Após vitórias, Crutchlow pede mais apoio da Honda
Carregar comentários