Sertões 2020 é adiado para novembro e terá chegada em Jericoacoara

compartilhar
comentários
Sertões 2020 é adiado para novembro e terá chegada em Jericoacoara
Por:
, Repórter
30 de abr de 2020 15:42

CEO do rali brasileiro anunciou novidades para a edição deste ano da competição

O Rally dos Sertões de 2020 terá uma chegada histórica. Neste ano, o maior rali das Américas será encerrado na vila cearense de Jericoacoara, grande destino turístico do Nordeste. Além disso, o Sertões será realizado entre 7 e 15 novembro, como precaução ao coronavírus.

O adiamento do rali foi anunciado na manhã desta quinta-feira pelo CEO do Sertões, Joaquim Monteiro, em entrevista coletiva virtual. Originalmente, a competição estava marcada para agosto, período tradicional de realização do certame.

Leia também:

É a primeira vez que o rali não será feito em seu mês habitual, como explicou Monteiro: "Fazer em agosto a gente acredita que seria muito apressado. Então isso, fazer em novembro, não nos aflige, apesar de ser um fato inédito". 

"A gente está se adaptando ao novo cenário e não é uma exclusiva do Brasil. A Fórmula 1 está passando por isso", seguiu o CEO do Sertões, que reiterou que pretende fazer do rali o maior do mundo em 2022, ano do bicentenário da Independência do Brasil.

"A gente quer que o Sertões seja o maior rali do mundo, então, em 2022, quando o Sertões completa 30 anos, a gente vai fazer uma edição comemorativa 'do Oiapoque ao Chuí'", afirmou Monteiro.

O CEO ainda prometeu "dois tesouros" no roteiro do rali deste ano. O anúncio oficial do 'caminho dos Sertões' em 2020 será no dia 19 de agosto. A largada já tem local conhecido: a cidade de São Paulo, no Sudeste.

"Sair de São Paulo, que é a maior cidade da América do Sul, sinônimo de pujança, e cruzar todo o País para chegar num destino turístico tão desejado é motivo de orgulho", disse o dirigente, que também revelou que o rali de 2020 já conta com 156 inscrições.

A organização do Sertões também confirmou que negocia com a Federação Internacional de Motociclismo (FIM) para manter o rali como etapa do Mundial de Cross-Country. O 'acordo' já fora anunciado, mas serão necessárias adaptações em função da Covid-19.

Tendo a internacionalização do Sertões em vista, o CEO do rali também foi questionado sobre a possibilidade de ter Fernando Alonso como um dos competidores no futuro. Monteiro admitiu que "quer muito" a participação do espanhol, que "está dentro do radar".

O bicampeão da F1 estreou no Rally Dakar em 2020 e conquistou bons resultados com a Toyota. A montadora, aliás, tem mais um de seus pilotos como alvo do Sertões: trata-se de Rubens Barrichello, com quem Monteiro admitiu estar conversando.

GALERIA: Rally dos Sertões de 2019 virou filme; veja fotos

Galeria
Lista

A dupla campeã nos Carros, Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio

A dupla campeã nos Carros, Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio
1/7

Foto de: Thiago Diz

A dupla campeã nos UTVs, Denisio Nascimento/Idali Bosse

A dupla campeã nos UTVs, Denisio Nascimento/Idali Bosse
2/7

Foto de: Victor Eleuterio Costa

O campeão dos Quadris, Marcelo Medeiros

O campeão dos Quadris, Marcelo Medeiros
3/7

Foto de: Marcelo Machado de Melo

Tunico Maciel, levou o bi nas Motos

Tunico Maciel, levou o bi nas Motos
4/7

Foto de: Thiago Diz

O Mitsubishi de Guiga Spinelli/Youssef Haddad

O Mitsubishi de Guiga Spinelli/Youssef Haddad
5/7

Foto de: Donizetti Castilho

Kit Pipó pipoca gourmet enviado aos convidados

Kit Pipó pipoca gourmet enviado aos convidados
6/7

Doc Sertões retrata os desafios dos personagens que fizeram a história na prova

Doc Sertões retrata os desafios dos personagens que fizeram a história na prova
7/7
Próximo artigo
Sertões Series em São Paulo é adiado por pandemia do coronavírus

Artigo anterior

Sertões Series em São Paulo é adiado por pandemia do coronavírus

Próximo artigo

Lenda do Sertões, Guiga Spinelli destaca novo calendário e faz testes no Velo Città

Lenda do Sertões, Guiga Spinelli destaca novo calendário e faz testes no Velo Città
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Rally
Autor Carlos Costa