Cacá exalta conquista de Fraga: “pupilo aprendeu direitinho”

Vice-líder do campeonato por 35 pontos tenta vitória após erro de Felipe na última volta e lamenta não ter pushes

Cacá exalta conquista de Fraga: “pupilo aprendeu direitinho”
Cacá Bueno em Cascavel
Átila Abreu e Cacá Bueno
Valdeno Brito e Cacá Bueno
Carregar reprodutor de áudio

Apesar de ter sorte com um erro de Marcos Gomes na corrida 2, Cacá Bueno sai de Campo Grande com quatro pontos de deficit para o rival na disputa do título. Sua desvantagem foi de 31 para 35 após Marquinhos vencer a primeira prova. O piloto da Red Bull poderia ter vencido a segunda prova, mas foi derrotado pelo companheiro de Gomes, Felipe Fraga.

Fraga tinha mais pushes que Cacá, e nem um erro do piloto de 20 anos na última volta fez o carioca ganhar a prova. Felipe tinha um push e passou Bueno com sua velocidade extra para vencer sua primeira prova desde Goiânia no ano passado.

Questionado pelo Motorsport.com, Cacá se mostrou feliz com o duelo apesar de ter perdido. “Já tínhamos tido um mano a mano em Santa Cruz do Sul no ano passado valendo quinto e sexto lugares.”

“O Fraga fez um grande começo de prova. Me alcançou e não se precipitou. Dei duas ou três vezes o lado de dentro, na sujeira, para ver se ele errava a freada. E ele não errava. Também dei duas ou três vezes o lado de fora para ele para ver se ele se atrevia e escapava, e ele não foi.”

“Quando ele me passou e abriu pensei: 'aprendeu direitinho o pupilo'. E depois ele errou, e pensei: 'não, não aprendeu direitinho'”, riu.

“Mas ele tinha três botões de ultrapassagem a mais (errata: na verdade era um só) e retomou na última volta a vitória. Depois da primeira corrida, fico feliz com o segundo lugar. Poderia até cair mais.”

Para ele os últimos momentos da primeira prova decidiram sua derrota no final. “Precisaria de oito pushes para ganhar a segunda corrida. Infelizmente meu carro começou a sair muito de frente no final. O Zonta se aproximava, então gastei dois pushes a mais para fugir dele.”

“E aí dei outro azar na última volta, porque o Daniel Serra errou e embolou o grupo. O Zonta se aproximou de novo, e se ele desse um push na última reta eu chegaria em 11º e isso arruinaria tudo. Usei um push e até tirei o pé para não passar o Júlio Campos e largar na pole. Isso me fez ter apenas cinco para a segunda bateria.”

Com 35 pontos atrás de Gomes, Cacá lamentou novamente a punição que lhe fez perder a corrida de Curitiba. “Abri de alguns rivais, mas para o líder a diferença continua a mesma. Aquela diferença criada lá em Curitiba, quando não corri. Não seria o líder, mas estaria mais próximo.”

compartilhar
comentários
Aliviado com vitória, Fraga brinca: “foi só para dar mais emoção”
Artigo anterior

Aliviado com vitória, Fraga brinca: “foi só para dar mais emoção”

Próximo artigo

Com vitória e rodada, Gomes sai satisfeito de Campo Grande

Com vitória e rodada, Gomes sai satisfeito de Campo Grande