Camilo diz que sucesso da Ipiranga “incomodou” Eurofarma RC

Piloto paulista fala de motivos que o levaram a sair de sua estrutura atual com seu patrocinador: "nossos aliados passaram a ser nossos adversários"

Camilo diz que sucesso da Ipiranga “incomodou” Eurofarma RC
Carros da Ipiranga
Thiago Camilo pódio em Tarumã
Thiago Camilo vence corrida 2
Thiago Camilo em Curitiba
Thiago Camilo
Carro de Thiago Camilo e Lucas di Grassi
Thiago Camilo
Galid Osman e Thiago Camilo
Thiago Camilo
Thiago Camilo
Carro de Thiago Camilo e Lucas di Grassi

O ano de Thiago Camilo na Ipiranga-RCM não vem sendo dos mais fáceis. Mostrando um ritmo aquém do esperado em classificações, o piloto também teve contratempos e azares que o tiraram vitórias nas corridas 2 em Santa Cruz do Sul, Tarumã e Cascavel.

Ocupando a 14ª posição no campeonato e com apenas dois pódios, o piloto tomou a decisão de mudar de time no próximo ano juntamente com seu patrocinador, a Ipiranga. Camilo e Galid Osman irão correr com as cores da marca no ano que vem pela equipe de Andreas Mattheis, atual Red Bull Racing.

Perguntado pelo Motorsport.com sobre sua decisão de mudar de time, Camilo falou que a relação com sua equipe atual se desgastou devido a um mal-estar com a Eurofarma RC. O time comandado por Rosinei Campos é sócio da RCM, de propriedade da família Bragantini.

“Foi uma decisão conjunta com o meu patrocinador. Tudo tem um começo um meio e um fim. Sabemos que algumas coisas desgastam em um relacionamento”, falou.

“Foram seis anos de parceria, e algumas coisas desgastam – mas que fique bem claro que não tem nada a ver com a RCM. Estamos dentro de uma segunda estrutura de um time. Acho que o nosso sucesso incomodou um pouco o primeiro time, e eu não tenho por que esconder isso.”

“Eu falo isso para todos, não é um desabafo e não é uma crítica. Acho que cada um tem de defender o seu lado. Mas cabe àquele que administra o time saber conduzir dois grandes patrocinadores e dar as mesmas condições para as suas estruturas e isso algumas vezes não ocorreu. Chegamos a um ponto que seria melhor mudar de ares.”

Camilo citou que a decisão do campeonato de 2013 - na qual sofreu com um problema mecânico a duas voltas do fim na última prova e viu Ricardo Maurício ganhar - iniciou a relação difícil entre as duas equipes.

“Senti isso depois da minha disputa de título com o Ricardo Maurício em 2013. As coisas começaram a caminhar de uma maneira diferente.”

“Mas isso não é uma crítica. Cada um tem de puxar para o seu lado, mas isso é uma somatória. As equipes investem, os patrocinadores investem e cada um quer ter o seu resultado. Mas eu disse quando anunciei minha saída: ‘até nossos aliados passaram a ser nossos adversários, tornando nosso trabalho mais difícil’.

Despedida sentimental

Depois de vencer a corrida 2 em Curitiba conquistando sua 21ª vitória na Stock Car, Thiago Camilo comemorou seu trabalho de seis temporadas na RCM e acredita que o destino lhe fez justiça, dando seu primeiro triunfo de 2016 justamente no final de semana que anunciou seu futuro na Stock Car para 2017.

“É um momento difícil, porque deixo um time que sempre esteve comigo e no qual sempre lutamos por vitórias”, contou.

“Antes de anunciar a mudança, reuni todos na sexta-feira em Curitiba e dei um abraço e um beijo em cada um deles para agradecer. Depois de vencer, no rádio, eu desabafei mais um pouco.”

“A gente vive muito neste ambiente competitivo, e às vezes o lado humano fica para trás. São todos seres humanos que deixam as famílias e viajam quilômetros para trabalhar e dar o sangue pela vitória.”

“Obviamente procuramos um time que nos desse opção de lutar pelo campeonato. Estou muito feliz de ir trabalhar com o Andreas (Mattheis). É uma responsabilidade grande para mim. Fizemos um bom trabalho. Conquistei muitas vitórias neste time, e saio de cabeça erguida e pela porta da frente.”

compartilhar
comentários
Átila Abreu retorna à equipe de Thiago Meneghel em 2017
Artigo anterior

Átila Abreu retorna à equipe de Thiago Meneghel em 2017

Próximo artigo

Em bom ano, Diego Nunes se vê em melhor fase na Stock Car

Em bom ano, Diego Nunes se vê em melhor fase na Stock Car
Carregar comentários