Em primeira temporada completa na Stock Car, Massa admite seguir passos de Barrichello

Em entrevista exclusiva, ex-piloto da F1 e F-E exalta grande momento da categoria e quer aprender carro o mais rápido possível

Em primeira temporada completa na Stock Car, Massa admite seguir passos de Barrichello

Uma das grandes novidades da temporada de 2021 da Stock Car será a presença de Felipe Massa competindo durante todo o campeonato. Como dado em primeira mão no Motorsport.com, ele fará parte da equipe R. Mattheis, sob o nome Lubrax|Podium Stock Car Team. Ao lado de Massa, Julio Campos voltará ao time que esteve até o final da temporada de 2019.

Em entrevista exclusiva em que apresentou o novo nome do time, Massa relembrou as únicas duas experiências na Stock Car em 2018 e novo contexto que terá que se enquadrar a partir do primeiro fim de semana de competição, com a primeira corrida marcada para 28 de março.

Leia também:

“As duas corridas que já fiz na Stock Car não consegui aquilo que imaginava, não por minha causa”, disse Massa. “Na corrida de duplas que fiz com o Cacá (Bueno), tive um caminho normal nos treinos, na prova ele estava fazendo uma ótima corrida, me entregou em quarto, mas com um problema no motor bem sério, e não havia muito o que fazer. Na corrida em Goiânia, que utilizava o anel externo, tive um problema no chassi do carro.”

“Agora é uma situação completamente diferente, estou entrando em uma equipe competitiva, a R. Mattheis. Sempre senti falta do meu país, depois de 20 anos fora. É um aprendizado que vou ter. Logicamente, haverá um tempo para entender o carro, acho que isso vale para qualquer categoria. Estou motivado em aprender o mais rápido possível com o Julinho (Campos), que estará ao meu lado na equipe. Já corremos juntos de kart no passado na mesma equipe, sem dúvida vou ver tudo aquilo que ele faz e aprender o máximo possível.“

“Se você olhar, a Stock Car passa por um momento de mudança grande, coma entrada da Band, que é uma TV aberta, junto com o SporTV, haverá também um trabalho de streaming, a mudança do número de corridas, de duas para uma, o que torna as coisas mais difíceis ainda, o que significa que eu vou ter que trabalhar bastante.”

Outro grande nome que veio de um longo período fora do Brasil e que se adaptou muito bem na Stock Car foi Rubens Barrichello. Rubinho conseguiu seu título logo no seu segundo ano completo e hoje é o piloto mais popular da categoria, com filas intermináveis nos dias das corridas, quando ocorrem as visitações dos boxes, momentos em que os fãs podiam tirar uma foto ou ter um autógrafo dos seus pilotos favoritos, interrompido atualmente por causa da pandemia. Massa não esconde que quer disputar com Barrichello tanto na pista, mas na preferência popular.

“Com certeza, vamos ter uma disputa aí, tanto do lado de dentro da pista, como do lado de fora. Espero disputar com o Rubinho a cada corrida, não só com ele, mas com todos os outros, uma boa colocação. Essa é uma vontade que eu tenho, como piloto, de ser competitivo, mas sem dúvida essa será uma briga positiva, de estar do lado de fora abraçando as pessoas, tirando foto, dando bonés e fazendo parte daquele momento para o fã, que sempre me seguiu durante 20 anos fora do Brasil, que tem a chance agora de me seguir aqui, até para trazer mais fãs para a categoria.“

“Eu vou reencontrá-los, estando presente, tomara que tenhamos público novamente nas pistas em breve, nós corremos para eles. Eu sempre estive próximo dos torcedores, mas de longe, eles estava me acompanhando, fazendo parte da minha vida. Se você olhar nas corridas de F1 em Interlagos, o carinho que tinha, a força, com a galera gritando, torcendo, isso sem dúvida é algo legal.”

Após sair da dura rotina de um piloto de F1, Massa conseguiu manter os compromissos com a presidência da comissão de kart da FIA e como piloto da Fórmula E por duas temporadas. Com a Stock em terras brasileiras, a rotina do vice-campeão mundial de F1 de 2008 deve ser agitada, pelo menos até o meio do ano.

“Eu continuo como presidente da comissão de kart da FIA, 2021 é o meu último, haverá uma mudança com o Jean Todt não podendo continuar, então haverá uma mudança grande de 2021 para 2022. Vamos entender o que vai acontecer.”

“Continuo morando em Mônaco até julho, vou ir e voltar ao Brasil não sei quantas vezes até julho. Daí em diante vou mudar para o Brasil, temos também o Mundial de Kart que será em Birigui, então esse é o ponto em que estou olhando para 2021. Não penso em fazer qualquer outro tipo de corrida nesse momento, vou focar na Stock Car e aprender o mais rápido possível e me dedicar nesse caminho.”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Esnobado por Ayrton Senna, Felipe Massa usou episódio para dar lição em Michael Schumacher

PODCAST: Vettel, Alonso, Schumacher, eventos e mais: o que esperar da F1 em 2021?

 

compartilhar
comentários
Stock Car abandonará formato de rodada dupla das etapas em 2021
Artigo anterior

Stock Car abandonará formato de rodada dupla das etapas em 2021

Próximo artigo

Stock Car: sede da Hot Car é invadida e roubada na Grande São Paulo

Stock Car: sede da Hot Car é invadida e roubada na Grande São Paulo
Carregar comentários