Massa explica convite a Glock, que pensa em vender camisetas com “Is that Glock?”

Brasileiro não vê alemão como algoz de 2008, cita GP de Singapura daquele ano como algo pior do que corrida em Interlagos

Massa explica convite a Glock, que pensa em vender camisetas com “Is that Glock?”
Carregar reprodutor de áudio

A Stock Car Pro Series realiza neste fim de semana a primeira etapa do campeonato de 2022, com a já tradicional Corrida de Duplas. A parceria que mais chama a atenção é composta por Felipe Massa, titular da categoria, e Timo Glock, piloto alemão com passagens pela Fórmula 1, DTM entre outras séries, além de comentarista na Sky Sports.

Leia também:

O alemão ganhou notoriedade ao ser o piloto que perdeu a posição decisiva no GP do Brasil de 2008 para Lewis Hamilton, dando o primeiro título ao inglês, frustrando Massa – que ganhou a corrida – e os brasileiros que esperavam ver um título mundial de F1 desde 1991.

Massa falou com exclusividade ao Motorsport.com sobre a ideia do convite a Glock, com tudo começando com a série de entrevistas dos dois pilotos para relembrar 2008.

“Tudo começou ano passado na F1”, disse Massa. “No GP do México, Timo me mandou uma mensagem para uma entrevista para falar sobre a última volta de 2008, sobre o ponto de vista dele e do meu. Tivemos essa conversa, eu aceitei, achei que era coisa certa a fazer. Ele nunca fez nada de propósito. Fizemos essa entrevista aqui no Brasil para a Sky da Alemanha, Sky da Inglaterra e Band, e foi muito boa.”

“Algumas semanas depois, a Stock Car anunciou que voltaríamos a ter a Corrida de Duplas esse ano. Depois daquilo tudo, achei que seria bom convidá-lo, para dividir o carro comigo. Ele é um piloto de alto nível, tanto na F1 como em carros de Turismo, permanecendo no DTM por muitos anos. E aqui estamos.”

Glock comentou sobre como recebeu o convite inusitado, mas revelou que não pensou duas vezes sobre aceitá-lo.

“Fiquei muito feliz, para falar a verdade. Eu conheço a Stock Car porque conheço Augusto (Farfus) que correu aqui algumas vezes, além de (António Félix) da Costa. Quando Felipe me convidou eu verifiquei minha agenda, estava livre e topei na hora. Aqui estamos em uma categoria competitiva, às vezes você vê cerca de 25 carros no mesmo segundo, tudo é muito próximo. Vai ser um desafio, com certeza, vamos ver no que dá.”

Após estreitar o relacionamento com o piloto alemão, Massa comentou se isso mudou sua visão de tudo o que aconteceu naquele dia em que foi campeão mundial de F1 por alguns segundos. Para ele, o GP de Singapura teve um impacto maior sobre a definição do título, com o ‘crashgate’ de Nelsinho Piquet e o erro da Ferrari com a mangueira de combustível presa ao seu carro durante o pit stop.

“Tenho as mesmas percepções sobre 2008, mesmo depois de conversar com Timo. Tivemos aquela última volta, perdi o campeonato por um ponto, mas nunca pensei que foi por causa dele, isso estava relacionado a outras situações, talvez Singapura, o que aconteceu lá foi muito pior do que uma briga em uma corrida. Nada mudou, não sou um cara frustrado, sou muito feliz pelo que consegui, que foi muito mais do que eu esperava quando criança. Mas é muito legal ter essa história com Timo, colocamos um ponto final e vivemos a vida normalmente.”

Desde o GP do Brasil de 2008, uma pergunta acompanha a vida do piloto alemão. O “Is that Glock?” dito durante aquela transmissão virou meme e é muito lembrado a cada corrida em Interlagos. Glock comentou se isso o incomoda hoje em dia.

“Acho que eu deveria fazer uma camiseta, creio que venderia bastante. Antes, eu até via como uma forma negativa, mas depois de um tempo, tudo virou uma brincadeira e eu adoro isso. Mas falam muito mesmo. A cada post no Instagram, muitos comentam “Is that Glock?”, acho que isso é parte da F1 e entrou para a história, não posso mudar, está tudo bem”, concluiu.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

 

Podcast #161: O que aprovamos e reprovamos para temporada 2022 da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
comentários
Stock Car: Salas é confirmado pela KTF e fará dupla com Rapha Reis
Artigo anterior

Stock Car: Salas é confirmado pela KTF e fará dupla com Rapha Reis

Próximo artigo

Stock Car: Robe supera Glock no final e lidera sexta-feira em Interlagos

Stock Car: Robe supera Glock no final e lidera sexta-feira em Interlagos