Stock Car Brasil
13 set
-
15 set
Evento encerrado
18 out
-
20 out
Evento encerrado
R
Velo Città 2
08 nov
-
10 nov
Próximo evento em
19 dias
R
Goiânia II
22 nov
-
24 nov
Próximo evento em
33 dias

Serra diz que prefere “ser alvo” de rivais na Stock Car: “Se não for é porque estou lento”

compartilhar
comentários
Serra diz que prefere “ser alvo” de rivais na Stock Car: “Se não for é porque estou lento”
Por:
5 de mai de 2019 11:58

Atual campeão aceita ideia de ser o piloto a ser batido no campeonato atual da Stock Car

Daniel Serra vive grande fase em sua carreira na Stock Car. Após o bicampeonato, o filho de Chico Serra começou sua busca pelo tri com o pé direito com vitória na abertura da temporada no Velopark.

Para a rodada dupla no Velo Città, o nome de Daniel estava na cabeça de seus principais rivais, como o home a ser batido e tirá-lo de uma zona de conforto que provou ser eficiente para o dono do carro #29.

Leia também:

Em entrevista exclusiva ao Motorsport.com Brasil, ele admitiu que gosta de ter esse papel.

“Se você é o alvo, significa que você está bem”, disse Serra. “Prefiro ser o alvo do que não ser, se não for é porque estou lento. Ser alvo não é uma coisa negativa. Estamos vindo de dois anos muito consistentes, cada vez mais entrosado, aprendendo um pouquinho mais.”

“Terminamos o ano passado com carros mais rápidos que o nosso, mas conseguíamos sempre ter um bom fim de semana sem falhas mecânicas, terminando todas as corridas, às vezes ganhávamos na estratégia. Conseguimos nos adaptar a cada momento. Quando tínhamos o carro mais rápido, ganhávamos a corrida 1, quando não, somávamos pontos nas duas, conseguíamos jogar o jogo bem.”

Serra também aproveitou para pontuar as diferenças de abordagem de uma etapa com prova única, como foi na estreia da temporada, e como será na Corrida do Milhão e a decisão do campeonato, das rodadas duplas.

“Uma corrida simples, é uma prova mais de performance, de largar, não tem muita estratégia, é a mesma coisa para todos nos boxes, e administrar o desgaste de pneus. Em uma rodada dupla você precisa basicamente do mesmo, saber gerir a degradação de pneus, ainda mais aqui que o asfalto é abrasivo, e ainda pensar na corrida 2, que dá 24 pontos, só seis a menos que a primeira.”

“Um fim de semana de duas corridas não pode pensar só em uma corrida. Às vezes é se apertar na corrida 1, pensar na segunda, dependendo da posição que você vai largar, você pode ter várias estratégias envolvidas.”

Serra falou da hipótese de ter que sacrificar um resultado positivo – como uma vitória - na primeira prova, para pensar também no que pode encontrar na segunda corrida.

“Cada um tem o seu objetivo, o meu é de ganhar campeonato. Se eu achar que esse é o melhor caminho para ganhar o campeonato, eu tenho que optar por isso.”

“Lógico, é frustrante quando você pode ganhar uma corrida, mas não ganha por ter que pensar na segunda, é, mas tenho certeza de que quando chegar no final do campeonato eu vou esquecer desta ‘não-vitória’ que deixei para trás.”

Próximo artigo
Camilo não vê confiança de Serra abalada e alerta: Temos que acertar esse carro para amanhã

Artigo anterior

Camilo não vê confiança de Serra abalada e alerta: Temos que acertar esse carro para amanhã

Próximo artigo

Atual campeão da Light, Reis se diz "realizado" com oportunidade na Stock Car

Atual campeão da Light, Reis se diz "realizado" com oportunidade na Stock Car
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Pilotos Daniel Serra
Autor Erick Gabriel