Stock Car Velocitta II

Stock Car: Babi se emociona com vitória de Lapenna e relembra paixão ensinada por Amadeu Rodrigues

Chefe da Hot Car comentou primeira vitória da equipe após mudança na direção ocasionada pela morte de seu pai em 2020

Babi Rodrigues, chefe da equipe Hot Car

A tarde deste domingo (04) reservou muita emoção para os fãs da Stock Car Pro Series. Não por causa dos pegas entre os pilotos da maior categoria do automobilismo brasileiro, mas pela comoção com a vitória de Felipe Lapenna na primeira corrida da etapa do Velocitta.

Este foi o primeiro triunfo de Lapenna na categoria, além de ser a primeira vitória da Hot Car sob o comando de Babi Rodrigues, filha de Amadeu Rodrigues, pai e fundador da equipe que morreu após acidente rodoviário em 2020.

Leia também:

Visivelmente emocionada, Babi relatou o que a vitória de Lapenna significava para ela e seu time.

“Hoje me passou um filme na cabeça, de tudo que eu fui criada e a forma como meu pai me ensinou a ter paixão por esse esporte”, disse Babi com exclusividade ao Motorsport.com. “Também me passou um filme na cabeça a respeito desse meu novo momento, em que eu decidi continuar, apesar de muita gente julgar e achar que era uma decisão inconsequente, que não daria certo.

“Mas também me fez lembrar de todas as pessoas que acreditaram no meu potencial, pegaram na minha mão e decidimos rumar esse caminho junto comigo, lado a lado, de mãos dadas, que são o Felipe Lapena, o Tuca Antoniazi, a Web Continental, todos os meus mecânicos, meu engenheiro Cézar (Tadau), cada um desses acreditou em um sonho que muitos acharam que viraria pesadelo.

“Nós já batemos na trave, já tivemos a sorte a favor e contra a gente. Nada na Hot Car parece que vem fácil, nós somos conhecidos por ser guerreiros e isso nem sempre é uma vantagem, porque é bem doído esse processo.”

Babi também falou como motivou Lapenna para o desafio. No sábado, Bruno Baptista e Ricardo Zonta conseguiram a primeira fila, mas os comissários técnicos encontraram irregularidades nos dois carros da RCM, o que daria a pole ao piloto da Hotr Car. Horas antes da largada, um efeito suspensivo recolocou os dois pilotos na primeira fila, o que não barrou o bom desempenho do carro #110.

“Mas hoje, depois de todas essas mudanças que tivemos no grid e mesmo eu tendo certeza de que o nosso carro estava extremamente rápido, eu falei ao meu piloto, e para quem quisesse ouvir, que essa etapa era nossa e que a gente iria provar todo o nosso potencial na pista.

“Você não precisa largar em primeiro para alcançar a vitória, basta ter cabeça, foco, um ótimo equipamento e uma equipe que te apoie em tudo e foi isso que o Felipe teve, levou o carro de forma brilhante e eu estou muito orgulhosa de cada membro dessa equipe, eu tenho muito orgulho de falar que sou Hot Car”, completou.

Veja como foi a vitória de Felipe Lapenna no Velocitta

PODCAST #193: 'Estilo Briatore' faz com que Piastri chegue à F1 queimado?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Stock Car: Maurício faz ultrapassagem sobre Santero no final e vence corrida 2
Próximo artigo Stock Car: Santero, Jimenez e Galid são punidos após etapa; veja novo resultado e classificação

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil