Acordo com Red Bull mostra nova Renault, diz Abiteboul

Segundo diretor, decisão de renovar parceria com equipe austríaca é uma evidência de que fabricante francesa esteve aberta para novo approach

Acordo com Red Bull mostra nova Renault, diz Abiteboul
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Caminhões da Renault Sport F1 e Red Bull Racing no paddock
Adesivo de Justin Wilson no capacete de Daniil Kvyat, Red Bull Racing
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal, and Cyril Abiteboul, Renault Sport F1 Managing Director
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal and Cyril Abiteboul, Renault Sport F1 Managing Director in the FIA Press Conference

Depois de críticas públicas e de quase rompimento entre Red Bull e Renault, a equipe austríaca se viu na necessidade de voltar atrás e ter que permanecer com as unidades de potência da fabricante francesa, após a negativa de Ferrari, Mercedes e Honda. A partir de 2016, os motores do time estarão batizados com a marca de relógios TAG Heuer.

O diretor esportivo da Renault, Cyril Abiteboul, disse que a decisão de aprovar o negócio evidenciou um novo pensamento da companhia.

"Acho que o ponto forte do conselho da Renault é ser extremamente pragmático. Primeiro ele confia no projeto e em seguida observa o que pode vir no futuro, sem olhar para o passado", disse ao ser perguntado sobre as dificuldades de ter a aprovação do novo projeto.

"Acredito que eles foram convencidos pelo que apresentamos, mas com condições diferentes do que foi no passado. E com essas condições, foi claramente a coisa certa a fazer."

Grande teste

Abiteboul disse que a Renault precisou mudar a postura sobre como pensar a F1.

"A Renault precisa ser muito mais oportunista do que vínhamos sendo, se você quiser ser bem sucedido nos negócios."

"Por isso, esse foi o primeiro grande teste, ma minha opinião. Foi um teste que passamos por pensar à frente, ao invés de ficarmos presos ao passado."

Alta manutenção

Apesar de ter sido acusada de todos os problemas da Red Bull, a fabricante francesa insiste que não foi culpada por todos eles.

"Acho que perdemos um pouco de nosso tempo e de nossos recursos para lidar com este relacionamento com a Red Bull."

"É evidente que a Red Bull é uma organização de alta manutenção, uma vez que é de primeira classe, então eles só estão interessados no sucesso imediato."

"A Renault é uma empresa mais analítica, que pensa mais no médio e longo prazo."

compartilhar
comentários
Análise: games podem ajudar F1 recuperar popularidade
Artigo anterior

Análise: games podem ajudar F1 recuperar popularidade

Próximo artigo

Petrolífera pode garantir lugar de Haryanto na Manor

Petrolífera pode garantir lugar de Haryanto na Manor
Carregar comentários