Fórmula 1
R
GP de 70º aniversário
07 ago
Próximo evento em
1 dia
04 set
Próximo evento em
29 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
36 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
50 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
113 dias

Albon: batida com Hamilton me impediu de lutar pela vitória

compartilhar
comentários
Albon: batida com Hamilton me impediu de lutar pela vitória
Por:
, Editor
5 de jul de 2020 15:59

Albon vinha em um bom dia e tinha chances de ganhar a corrida devido à estratégia de pneus até o toque com Hamilton

Alex Albon passou a maior parte do GP da Áustria de Fórmula 1 em terceiro, atrás das Mercedes mas, com a loucura do Safety Car, se viu em condições de lutar até pela vitória no final, com um jogo de pneus macios novos. Mas seu sonho de conquistar o primeiro pódio foi interrompido, e novamente devido a um toque com Lewis Hamilton.

A Mercedes optou por manter Bottas e Hamilton na pista com seus pneus duros, que já tinham 25 voltas naquele momento. Em uma das relargadas, Albon estava mais rápido que Hamilton e tentou passar por fora na curva 4, passando a impressão de estar na frente.

Leia também:

Mas um contato entre o pneu dianteiro esquerdo de Hamilton e o traseiro direito de Albon mandou o piloto da Red Bull pra fora da pista, encerrando sua corrida. O piloto da Mercedes recebeu uma punição de cinco segundos, caindo pra quarto na classificação final.

Esse é o segundo incidente entre Albon e Hamilton em três corridas, após o toque no GP do Brasil. Veja abaixo como foi o incidente:

 

"Vou tomar cuidado com o que digo", disse Albon após a corrida. "Eu senti que podíamos vencer. Claro que a Mercedes tinha o melhor ritmo, mas os caras fizeram um ótimo trabalho de estratégia".

"Quando eu parei, não sabia onde estávamos na pista ou o que acontecia. Assim que eu entendi, a situação parecia boa para nós".

"Eu sabia que eles estavam com pneus duros e nas primeiras voltas eu pretendia fazer as ultrapassagens. Eu estava confiante e o carro parecia bom no final".

Albon disse que, enquanto o toque de Hamilton no Brasil foi mais um incidente de corrida, nesse caso é mais claro a sua culpa na história.

"Eu senti mais essa. Não diria que dói mais, mas eu senti que no Brasil foi um negócio mais meio a meio. Essa eu senti que havia feito a ultrapassagem e já estava focando em Bottas. O contato foi tardio.

"Acho que há sempre um risco ao ultrapassar por fora, mas eu dei o máximo de espaço possível. Eu estava no limite e sabia que, desde que eu desse espaço, a decisão de bater ou não ficaria com ele".

Perguntado se ele falaria com Hamilton, Albon respondeu: "Vou respirar um pouco antes disso".

Hamilton, que largou em quinto após a punição tardia, disse que esse não foi um bom final de semana, e comentou o caso com Albon.

"A punição [do sábado] me encorajou a ir e fazer o meu melhor. Eu senti que fiz e tinha um bom ritmo para alcançar Valtteri. A situação com Alex foi muito infeliz. Não acredito que entramos nessa de novo, mas senti que foi um incidente de corrida. Mas, de qualquer jeito, aceito a punição e vou seguir em frente".

PÓDIO: Regi Leme e Rico Penteado comentam polêmicas e analisam GP da Áustria

Entrevista com Bruno Senna: trajetória no automobilismo e histórias com Ayrton; ouça

 

.

Segundo lugar de Leclerc tem "gosto de vitória" e piloto coloca como uma de suas melhores corridas na F1

Artigo anterior

Segundo lugar de Leclerc tem "gosto de vitória" e piloto coloca como uma de suas melhores corridas na F1

Próximo artigo

Hamilton aceita punição, mas diz que acidente com Albon foi “de corrida”

Hamilton aceita punição, mas diz que acidente com Albon foi “de corrida”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith