Alonso “vai para a galera” depois de abandono no Canadá

Depois de enfrentar problemas mecânicos mais uma vez, espanhol sobe às arquibancadas e lamenta: “É um período difícil para a equipe”

Alonso “vai para a galera” depois de abandono no Canadá
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Lance Stroll, Williams FW40
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Lance Stroll, Williams FW40
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Fernando Alonso, McLaren MCL32, Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17 and Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17., Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12, Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12, Fernando Alonso, McLaren MCL32, Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17 and Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17 at te start
Fernando Alonso, McLaren
Zak Brown, Executive Director, McLaren Technology Group, talks to Mansour Ojjeh and Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren

Fernando Alonso esperava quebrar o jejum e enfim marcar seus primeiros pontos no ano no GP do Canadá. No entanto, a prova terminou com mais uma frustração, e o espanhol literalmente terminou “na galera”.

A quatro voltas para o fim, Alonso ocupava o décimo lugar em Montreal, o que daria à McLaren seu primeiro ponto no ano. Contudo, o equipamento mais uma vez não fez sua parte: o bicampeão sofreu uma falha mecânica e teve de abandonar.

Foi quando o espanhol foi às arquibancadas do circuito, dividindo o espaço com os fãs. Depois do momento, Alonso explicou o que se passou em sua cabeça.

 

Pensei em descer do carro e jogar minhas luvas, mas vi que era longe demais. Então, pensei em me aproximar, e, quando fui lá, pensei que ficaria a tarde inteira, porque seria difícil de sair. Mas foi legal – tenho muito suporte da torcida sempre por aqui, então quis retribuir”, comentou Alonso, em entrevista à emissora de TV inglesa Sky Sports

No entanto, Alonso não deixou de expressar sua insatisfação com a má fase. “É um problema da equipe. Os pilotos tentam andar o mais rápido possível, eu e Stoffel [Vandoorne] tentamos fazer nosso melhor, então é um problema da equipe. Jenson [Button] largou em último em Mônaco [após uma punição por problemas no motor], eu perdi os pontos aqui e provavelmente vamos largar em último em Baku. Então, é um período difícil”, completou.

Com o resultado, a McLaren permanece como a única equipe que ainda não pontuou em 2017.

compartilhar
comentários
Professor Xavier experimenta "shoey" de Ricciardo

Artigo anterior

Professor Xavier experimenta "shoey" de Ricciardo

Próximo artigo

Hamilton: GP do Canadá foi um duro golpe para Ferrari

Hamilton: GP do Canadá foi um duro golpe para Ferrari
Carregar comentários