Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Próximo evento em
10 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
17 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
45 dias

Alto teto orçamentário da F1 pode forçar Renault a investir mais

compartilhar
comentários
Alto teto orçamentário da F1 pode forçar Renault a investir mais
Por:
19 de jun de 2019 12:10

De acordo com chefe da equipe, Cyril Abiteboul, times de ponta podem usar todo o limite e a equipe francesa precisaria elevar despesas para não ficar atrás

A Renault admitiu que pode ser forçada a aumentar o valor dos investimentos na Fórmula 1 por conta do alto limite do teto orçamentário a ser estabelecido aos times da categoria a partir de 2021. De acordo com o chefe do time, Cyril Abiteboul, a equipe francesa poderá precisar aumentar os gastos para se aproximar de Ferrari, Mercedes e Red Bull, pois estes três deverão usar todo o limite e a Renault investe muito menos do que isso atualmente.

Leia também:

As equipes da Fórmula 1 e a FIA concordaram com a imposição de um teto orçamentário de 175 milhões de dólares (aproximadamente R$ 675 milhões na cotação atual) a partir de 2021, com certas exclusões, como viagens e salários dos pilotos. O número é maior do que os times menores esperavam e não há certeza da efetividade da medida em aproximar todos no grid.

Falando com exclusividade ao Motorsport.com sobre como o limite orçamentário de $175 milhões de dólares vai afetar a Renault, Abiteboul disse: “Nós estamos muito abaixo. Este valor não representa nenhuma oportunidade para nós”.

“Nós estamos apenas pensando no que precisamos fazer: Se nós precisarmos congelar o nível atual nós achamos que deve ser um valor muito menor do que o limite, mas alto o suficiente para sermos competitivos, ou vamos precisar aumentar”.

“Podemos precisamos aumentar porque o teto orçamentário será maior do que nós antecipamos. Substancialmente maior. Mas esta é uma discussão que nós queremos ter com nossos acionistas pois não é uma decisão que eu possa tomar sozinho”.

Abiteboul não sabe se um limite orçamentário de $175 milhões de dólares vai causar um impacto aos times de ponta de forma a reduzir a diferença para as menores equipes. “É uma pergunta que você precisa fazer à maioria dos times de ponta porque, novamente, eu não tenho a informação sobre o nível de gasto deles hoje”.

“Eu continuo ouvindo coisas muito diferentes sobre o nível em que eles estão operando no momento. Se estes $175 milhões significarem que eles devem economizar $10 milhões por ano, bem, é um monte de dinheiro para mim e para você, mas para companhias como as deles, que são maciçamente ineficientes do ponto de vista econômico, este valor não faria a menor diferença”.

“Mas eles podem dizer que vão precisar salvar $40, $50 ou $60 milhões (algo entre R$150 e R$ 230 milhões) – E que isso faria uma grande diferença. Então a questão real é: em que dimensão o limite orçamentário vai criar um impacto para essas organizações. E isso, eu francamente não sei”.

Cyril Abiteboul, Managing Director, Renault F1 Team

Cyril Abiteboul, Managing Director, Renault F1 Team

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

Próximo artigo
Honda terá segunda atualização de motores no GP da França de F1

Artigo anterior

Honda terá segunda atualização de motores no GP da França de F1

Próximo artigo

Ocon espera que seu futuro na Fórmula 1 seja definido em breve

Ocon espera que seu futuro na Fórmula 1 seja definido em breve
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Renault F1 Team
Autor Jonathan Noble