Análise
Fórmula 1 GP da Hungria

ANÁLISE F1: Ricciardo busca resposta definitiva em seu retorno

Volta de australiano dividiu opiniões, mas a única certeza é que este novo desafio marcará seu caminho sem volta de 12 GPs

Daniel Ricciardo, Third Driver, Red Bull Racing

Se Daniel Ricciardo confirmar que ainda é o piloto que no final de 2018 tomou "a decisão mais difícil de sua carreira" ao deixar a Red Bull para assinar pela Renault, poderá aspirar a voltar ao mesmo lugar de onde decidiu escapar há cinco anos. Caso contrário, chegará ao adeus final na Fórmula 1. De qualquer forma, em dezembro as ideias estarão claras, o que não é pouca coisa para um piloto que tem sido assaltado por dúvidas nos últimos dois anos.

Leia também:

Na semana passada, Ricciardo voltou à F1 pela porta da AlphaTauri. A equipe o recebeu com uma longa salva de palmas, como convém a grandes reviravoltas. Ele voltou 12 anos depois ao local onde tudo começou, após passagem pela HRT. Era 2012 e ele estava prestes a embarcar em sua primeira temporada completa na F1 com os sonhos de um jovem de 22 anos.

Uma longa jornada circular (na qual venceu oito GPs, terminando duas vezes em terceiro no campeonato mundial) o trouxe de volta ao ponto de partida. O desafio é o mesmo, mostrar que você merece um volante na Red Bull, o que difere é a idade, a experiência e o conhecimento de quem conhece bem os mecanismos. Não é um salto para o desconhecido, mas um jogo conhecido, em todas as suas vertentes.

É a escolha certa? Não é em muitos aspectos. Disputar 12 GPs não é o melhor para um piloto que já foi de primeiro nível e, entre os aspectos destacados por quem comentou negativamente a escolha de Ricciardo, é que, na melhor das hipóteses, ele poderá retornar ao local de onde fugiu há cinco anos.

Daniel Ricciardo al suo rientro in AlphaTauri

Daniel Ricciardo al suo rientro in AlphaTauri

O australiano, porém, não terá poder contratual (a oferta que a Red Bull lhe apresentou em 2018 para renovar foi de 18 milhões de euros) e com um companheiro de equipe que, face ao cenário anterior, está bem mais sólido, na pista e dentro da equipe.

No entanto, existe um fator chave nesta escolha, e não tem nada a ver com Red Bull, Verstappen ou o futuro a médio ou longo prazo. Daniel está em busca de uma resposta. Quando ele foi descartado pela McLaren no ano passado, algo na cabeça de Ricciardo não batia e ainda não bate.

Nos dois anos que passou ao lado de Lando Norris, Ricciardo parecia uma sombra do que era antes, de todas as qualidades que o levaram ao topo em 2014.

Não apenas o mundo da F1 estava se perguntando o que havia acontecido com ele, mas até o próprio Ricciardo estava se perguntando. É o carro? Sou eu? Daniel havia deixado claro nas entrelinhas: não deixaria a F1 sem responder a essa pergunta.

A ligação da AlphaTauri oferece a ele essa oportunidade, não importa a competitividade do carro, isso, na melhor das hipóteses, será um problema daqui a alguns meses. O que realmente importa para Ricciardo é se ele perdeu suas qualidades ao longo do tempo, ou se em 2021 e 2022 houve algo mais que não funcionou como deveria.

Se não der certo, o roteiro já está escrito e Ricciardo vai se afastar, provavelmente de olho no cenário americano para encerrar a carreira no país que ama. Se, ao contrário, a pista disser que Ricciardo ainda é ele, novos cenários podem se abrir, e não será Verstappen quem assustará. Não importa o quão intimidador um rival possa ser, ele sempre será menos ameaçador do que o competidor mais crítico, ele mesmo.

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #239 – O que esperar de Ricciardo em retorno à F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Horários e previsão do tempo para o sábado de quali para o GP da Hungria
Próximo artigo Saiba como foi o TL3 na Hungria

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil