Últimas notícias

Audi planeja começar a testar seu motor de F1 ainda este ano

Marca avalia que seu programa de entrada na categoria estará pronto para testar uma unidade de potência híbrida completa e terá concluído seu período de recrutamento de 300 pessoas até o fim de 2023

The new Audi Sport F1 concept car

O investimento significativo do fabricante alemão na Sauber fará com que a Audi entre na Fórmula 1 em 2026 com um programa de motores de fábrica e uma equipe de corrida, enquanto a Porsche, marca irmã do Grupo Volkswagen, suspendeu oficialmente sua entrada na categoria, após o fracasso das negociações para parceria com a Red Bull e McLaren.

Leia também:

A chegada da Audi à F1 estava condicionada à especificação de novos padrões de motores até 2026, que eliminassem a complexa e cara unidade MGU-H, ao mesmo tempo em que aumentavam a dependência de energia elétrica para 350 kW, além da adoção de combustíveis totalmente sustentáveis.

No lugar do GP da China que aconteceria no fim de semana passado, mas foi cancelado devido ao COVID-19 no gigante asiático, a Audi usou o Shanghai Auto Show para apresentar formalmente seu programa de F1 na China e fornecer uma atualização sobre a situação. Em particular, o fabricante confirma que um motor monocilíndrico está sendo testado "desde o final de 2022" para ajudar a validar a configuração do dinamômetro e os "instrumentos de medição".

Além disso, a Audi informa que uma "unidade híbrida completa, composta por motor de combustão, motor elétrico, bateria e unidade de controle eletrônico" está planejada para funcionar no banco de testes antes do final de 2023 e "formará a base do futuro conceito de veículo."

O chefe técnico da Audi, Oliver Hoffmann, disse: "O projeto Audi Fórmula 1 realmente decolou nos últimos meses. Na fase de conceito em andamento da unidade de potência, a base para o nosso trem de força de 2026 está sendo lançada hoje”.

 

"Atribuímos grande importância ao trabalho detalhado, por exemplo, em materiais ou tecnologias de fabricação e também nos concentramos em tópicos como o gerenciamento de energia do trem de força híbrido. Afinal, a eficiência é um fator chave para o sucesso da Fórmula 1 e a mobilidade do futuro, essas abordagens irão avançar em ambos os mundos”.

A expansão das instalações de F1 em Neuburg significa que 260 "especialistas" já foram recrutados, mas essa campanha de recrutamento ultrapassará 300 antes do final do ano. A Audi promete uma mistura de "experiência de Fórmula 1" de origem externa, juntamente com funcionários de alto nível da Audi Sport e da Audi, já conhecidos por seus programas recentes de automobilismo.

As melhorias na infraestrutura incluem a instalação de estandes de teste adicionais para o desenvolvimento da unidade de potência em um novo prédio de 3.000 metros quadrados. Markus Duesmann, presidente do Conselho de Administração da Audi, declarou: "Estamos convencidos de que nosso compromisso com a Fórmula 1 reforçará a abordagem esportiva da Audi".

"O campeonato está aumentando continuamente seu alcance global, especialmente entre os grupos-alvo jovens e em nosso mercado de vendas mais importante: a China."

Galvão Bueno tem projeto para voltar a narrar F1; saiba mais no vídeo:

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Exclusivo: Honda planeja parceria com Aston Martin para F1 2026
Próximo artigo F1 - "Facadas pelas costas, normal...", diz Kvyat sobre perder vaga para Verstappen na Red Bull

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil