Fórmula 1
06 mai
Próximo evento em
57 dias
20 mai
Próximo evento em
71 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
85 dias
10 jun
Próximo evento em
92 dias
24 jun
Próximo evento em
106 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
113 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
127 dias
29 jul
Próximo evento em
141 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
169 dias
02 set
Próximo evento em
176 dias
09 set
Próximo evento em
183 dias
23 set
Próximo evento em
197 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
204 dias
07 out
Próximo evento em
211 dias
21 out
Próximo evento em
225 dias
28 out
Próximo evento em
232 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
268 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
277 dias

Bottas: Manobra de Leclerc foi “completamente desnecessária”

Piloto da Ferrari, por outro lado, disse que não sentiu o toque e que não faz a menor ideia do que aconteceu

compartilhar
comentários
Bottas: Manobra de Leclerc foi “completamente desnecessária”

Piloto da Mercedes, Valtteri Bottas se classificou em segundo para o GP da Hungria de Fórmula 1, mas sua corrida foi arruinada depois de um toque com Charles Leclerc, da Ferrari, logo após a largada. A asa dianteira do finlandês ficou danificada e ele teve que fazer um pit stop, caindo para último. Segundo Bottas, a manobra de Leclerc foi “completamente desnecessária”.

Leia também:

Depois do contato na curva 4, o piloto da Mercedes até se manteve na pista por mais algumas voltas, mas foi forçado a entrar nos boxes para colocar uma nova asa dianteira. Ele comentou o início da prova.

“Eu estava do lado de fora de Verstappen, então tentei frear mais tarde e seguir por fora. Ele freou tarde também, então tive que que travar o pneu, o que gerou uma deformação. Quando cheguei na curva 2, acabei saindo um pouco de dianteira. Mas estava tudo ok. Lewis também estava do lado de fora, mas ainda havia algum espaço para dois de nós, talvez até demais porque ele poderia ter entrado com boa velocidade na terceira curva”.

“Nós estávamos lado a lado, com certeza ele não deixou nenhum espaço para mim. Isso comprometeu minha saída da curva 3 e eu tive que tirar o pé. Então, na entrada da quarta curva, Charles chegou do lado direito e espalhou pra cima de mim, e pegou na minha asa dianteira. Foi isto que comprometeu minha corrida, perdi muito tempo no começo até eu parar, passando pelo tráfego por toda a corrida. Essa foi a verdadeira história”.

Bottas admitiu que inicialmente ele pensou que poderia ter sido o culpado, mas mudou de opinião depois de assistir os replays: “No momento da colisão eu pensei que estava focado em outra coisa, e talvez não tivesse visto ele, tudo aconteceu muito rápido".

"Mas quando eu assisti as imagens das câmeras onboard, e vi a do carro do Vettel, ficou claro que estava claro que eu estava apenas seguindo na minha linha, e Leclerc estava na direita, poderia estar a minha frente de qualquer forma antes da saída da curva 4 e entrada da reta".

“Repentinamente ele espalhou demais e era muito tarde para reagir. Eu adoro lutas difíceis, com certeza, mas a manobra foi completamente desnecessária, e com certeza comprometeu minha corrida. Ele teve sorte de não furar o pneu. Não deveria ser assim”.

Leclerc, que terminou a prova na quarta posição, afirmou que não percebeu o contato: “Eu realmente não sei para ser sincero. Eu senti um leve toque, mas não sei o que aconteceu de verdade. Não tenho a menor ideia”.

F1: Hamilton rebate Rosberg sobre Verstappen ser melhor piloto

Artigo anterior

F1: Hamilton rebate Rosberg sobre Verstappen ser melhor piloto

Próximo artigo

Hamilton nunca 'entrou de férias' tão tranquilo na era Mercedes da F1

Hamilton nunca 'entrou de férias' tão tranquilo na era Mercedes da F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Sub-evento Corrida
Pilotos Valtteri Bottas , Charles Leclerc
Equipes Mercedes , Scuderia Ferrari
Autor Adam Cooper