Chefe da AlphaTauri põe Gasly entre melhores pilotos da F1 atual e revela desejo de mantê-lo em 2022

Franz Tost elogiou performance do francês no GP do Azerbaijão, onde conquistou seu terceiro pódio com a equipe desde 2019

Chefe da AlphaTauri põe Gasly entre melhores pilotos da F1 atual e revela desejo de mantê-lo em 2022

Pierre Gasly vive um bom momento na Fórmula 1, conquistando no Azerbaijão seu terceiro pódio na categoria com o terceiro lugar, ao lado da vitória na Itália em 2020 e o segundo lugar no Brasil em 2019, todas com a Toro Rosso / AlphaTauri. E para o chefe da equipe, Franz Tost, o francês merece ser colocado na lista de melhores pilotos do grid atual.

Gasly se classificou no top 6 em quatro dos seis GPs realizados até aqui, e pontuou em todas as provas do ano exceto o Bahrein, quando sofreu danos na asa dianteira na primeira volta.

Leia também:

"O terceiro lugar foi muito importante para ele e sua autoconfiança", disse Tost ao Motorsport.com. "Pierre sempre fez um bom trabalho, mas não conseguimos entregar um carro realmente bom a ele em Portimão, e devemos em Barcelona. Mas demos a volta por cima em Mônaco e em Baku".

"Ele está ali, e está entre os melhores pilotos, em minha opinião, porque ele tira tudo do carro, não comete erros e pontua".

Tost quer manter Gasly em 2022, apesar da ambição óbvia do piloto de 25 anos em encontrar um carro de ponta.

"Espero que fique conosco. Veremos com o teto orçamentário se podemos entregar a ele um carro bom, competitivo. E não há uma razão para mudar. Tudo depende também da decisão da Red Bull".

Tost reconheceu que há uma mudança em sua filosofia passada de treinar novatos, com a AlphaTauri precisando de pelo menos um piloto experiente, principalmente com o tamanho das mudanças no regulamento para 2022.

"Isso é importante. Especialmente no próximo ano, com o novo regulamento. Precisamos de alguém como base, precisamos de uma direção para entendermos os ajustes do carro. Isso não é possível com dois pilotos jovens ou de pouca experiência".

Tost elogiou o trabalho feito por Gasly em Baku, com o francês se segurando para manter o terceiro lugar apesar de problemas com a unidade de potência na corrida.

"Do TL1 até a corrida, a velocidade sempre esteve ali. Pierre sempre estava entre os primeiros. Ele precisou cuidar dos pneus, dos freios, do consumo de combustível. E estávamos sempre no lado mais cauteloso, buscando termos reservas para o fim da corrida".

"Devo dizer, tivemos sorte de não estarmos envolvidos em nenhum incidente. Pierre lidou com as largadas e primeiras voltas de modo muito profissional, porque a luta com Leclerc foi bem dura. E ele conseguiu manter a terceira posição".

RETA FINAL recebe Drugovich e comenta disputa Verstappen x Hamilton na França

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Erro de Hamilton mostra um campeão sob pressão?

 

compartilhar
comentários
F1: Irvine diz que Verstappen derrota companheiros assim como Schumacher e não vê chances a Pérez
Artigo anterior

F1: Irvine diz que Verstappen derrota companheiros assim como Schumacher e não vê chances a Pérez

Próximo artigo

F1: Pressão dos pneus se torna foco enquanto equipes aguardam relatório da Pirelli sobre Baku

F1: Pressão dos pneus se torna foco enquanto equipes aguardam relatório da Pirelli sobre Baku
Carregar comentários