Chefe da Ferrari diz que foi “difícil” dar ordens a Leclerc em 2019

compartilhar
comentários
Chefe da Ferrari diz que foi “difícil” dar ordens a Leclerc em 2019
Por:
18 de abr de 2019 11:23

Mattia Binotto acha que pode haver uma situação reversa nos próximos GPs mas que precisa “maximizar” pontos da Ferrari agora

Mais uma vez a Ferrari, sob comando de Mattia Binotto, deu a Charles Leclerc uma ordem de equipe para acatar.

O GP da China foi a terceira vez em três corridas que a Ferrari impôs algo a Leclerc, após confirmar que o monegasco precisava ficar atrás de Vettel no final do GP da Austrália e dizendo para que ele não atacasse pela liderança no Bahrein – ordem não respeitada, já que o monegasco passou por Vettel.

Leia também:

"Certamente é difícil, como equipe, dar a ordem", disse Binotto, chefe da equipe. "Porque nós entendemos os pilotos, eles precisam lutar para ficarem na frente o máximo que puderem”.

"Certamente não foi uma decisão fácil. Tenho que agradecer a Charles. A maneira como ele se comportou novamente mostra que ele está sendo um bom jogador de equipe. Mas acho que haverá um momento em que a situação será reversa. Preciso maximizar os pontos da equipe. Nesse sentido, acho que fizemos a escolha certa."

Leclerc disse imediatamente após a corrida que ele queria esperar para ouvir sua equipe antes de comentar a inversão na pista.

Galeria
Lista

No início do ano, um dos ex-pilotos da Ferrari, Rubens Barrichello já fazia o alerta: "Estar na Ferrari traz uma enorme pressão e ele terá a pressão de correr contra um multicampeão, então ele terá um ano bastante desafiador."

No início do ano, um dos ex-pilotos da Ferrari, Rubens Barrichello já fazia o alerta: "Estar na Ferrari traz uma enorme pressão e ele terá a pressão de correr contra um multicampeão, então ele terá um ano bastante desafiador."
1/18

Foto de: Zak Mauger / LAT Images

E Kimi Raikkonen avisou: "Leclerc terá sucesso se evitar “confusão” da Ferrari"

E Kimi Raikkonen avisou: "Leclerc terá sucesso se evitar “confusão” da Ferrari"
2/18

Foto de: Steven Tee / LAT Images

Durante o lançamento do novo carro da Ferrari, Mattia Binotto deu a dica: “Sebastian tem pouco a provar e ele permanece como nosso guia. Charles ainda precisa aprender, mas sabemos quão talentoso ele é. De qualquer forma, espero ter esse problema de ter dois dos nossos pilotos brigando pela ponta.”

Durante o lançamento do novo carro da Ferrari, Mattia Binotto deu a dica: “Sebastian tem pouco a provar e ele permanece como nosso guia. Charles ainda precisa aprender, mas sabemos quão talentoso ele é. De qualquer forma, espero ter esse problema de ter dois dos nossos pilotos brigando pela ponta.”
3/18

Foto de: Mark Sutton / Sutton Images

E ainda antes do início do campeonato, o próprio Leclerc imaginava uma boa briga: “Se Mattia tiver esse problema de gerenciar dois pilotos rápidos, é um bom sinal para mim."

E ainda antes do início do campeonato, o próprio Leclerc imaginava uma boa briga: “Se Mattia tiver esse problema de gerenciar dois pilotos rápidos, é um bom sinal para mim."
4/18

Foto de: Jerry Andre / Sutton Images

Mas, Mattia Binotto dava o sinal verde para a briga na pista em uma declaração que seria lembrada após o GP da Austrália: "Obviamente os dois vão estar livres para brigar na pista. Não vamos pedir a Charles andar mais devagar, ou Sebastian ir mais rápido"

Mas, Mattia Binotto dava o sinal verde para a briga na pista em uma declaração que seria lembrada após o GP da Austrália: "Obviamente os dois vão estar livres para brigar na pista. Não vamos pedir a Charles andar mais devagar, ou Sebastian ir mais rápido"
5/18

Foto de: Simon Galloway / Sutton Images

No GP da Austrália veio a primeira ordem pelo rádio, quando Leclerc se aproximava de Vettel: Charles: "Devo ficar atrás de Sebastian? Sim ou não?" Equipe: "Sim e recuar para ter alguma margem" Charles: "Ok"

No GP da Austrália veio a primeira ordem pelo rádio, quando Leclerc se aproximava de Vettel: Charles: "Devo ficar atrás de Sebastian? Sim ou não?" Equipe: "Sim e recuar para ter alguma margem" Charles: "Ok"
6/18

Foto de: Mark Sutton / Sutton Images

A explicação veio: "não havia razão para correr o risco de perder o quarto lugar [da prova]"

A explicação veio: "não havia razão para correr o risco de perder o quarto lugar [da prova]"
7/18

Foto de: Andy Hone / LAT Images

No Bahrein, Leclerc "desobedeceu" a ordem da Ferrari em se manter atrás de Vettel por duas voltas, coisa que ele não fez, manobrando no giro seguinte.

No Bahrein, Leclerc "desobedeceu" a ordem da Ferrari em se manter atrás de Vettel por duas voltas, coisa que ele não fez, manobrando no giro seguinte.
8/18

Foto de: Simon Galloway / Sutton Images

"Achei que tive uma resposta, dizendo para mim 'OK, fique assim por duas voltas', mas na volta seguinte eu tive a oportunidade de ir para cima, então eu fui e foi uma manobra bem-sucedida", explicou.

"Achei que tive uma resposta, dizendo para mim 'OK, fique assim por duas voltas', mas na volta seguinte eu tive a oportunidade de ir para cima, então eu fui e foi uma manobra bem-sucedida", explicou.
9/18

Foto de: Jerry Andre / Sutton Images

Na China, milésimo GP da história da F1, o diálogo entre Leclerc e equipe teve grande destaque, com a dupla da Mercedes ganhando terreno na primeira e segunda colocações.

Na China, milésimo GP da história da F1, o diálogo entre Leclerc e equipe teve grande destaque, com a dupla da Mercedes ganhando terreno na primeira e segunda colocações.
10/18

Foto de: Joe Portlock / LAT Images

O piloto monegasco ficou à frente do alemão e logo foi instruído a acelerar mais para que uma nova ordem não fosse dada. "Precisamos ir mais rápidos, senão vamos deixar Sebastian passar. Leclerc: OK, vamos ver em duas voltas."

O piloto monegasco ficou à frente do alemão e logo foi instruído a acelerar mais para que uma nova ordem não fosse dada. "Precisamos ir mais rápidos, senão vamos deixar Sebastian passar. Leclerc: OK, vamos ver em duas voltas."
11/18

Foto de: Mark Sutton / Sutton Images

Na volta seguinte veio a ordem: "Deixe Sebastian passar, deixe Sebastian passar", disse a Ferrari a Leclerc. E ele respondeu "Mas estou me afastando!"

Na volta seguinte veio a ordem: "Deixe Sebastian passar, deixe Sebastian passar", disse a Ferrari a Leclerc. E ele respondeu "Mas estou me afastando!"
12/18

Foto de: Zak Mauger / LAT Images

A resposta do outro lado era: "Nós fazemos nosso trabalho, mantenha-se focado, fazemos nosso trabalho."

A resposta do outro lado era: "Nós fazemos nosso trabalho, mantenha-se focado, fazemos nosso trabalho."
13/18

Foto de: Mark Sutton / Sutton Images

Após a troca, Leclerc ainda estava próximo a Vettel, o que o fez indagar sua situação: "Estou perdendo muito tempo. Só para você saber. E a equipe respondeu: Estamos discutindo isso.

Após a troca, Leclerc ainda estava próximo a Vettel, o que o fez indagar sua situação: "Estou perdendo muito tempo. Só para você saber. E a equipe respondeu: Estamos discutindo isso.
14/18

Foto de: Mark Sutton / Sutton Images

As estratégias de Vettel e Leclerc acabaram diferentes, fazendo com que o piloto do carro #16 também perdesse a quarta colocação para Max Verstappen.

As estratégias de Vettel e Leclerc acabaram diferentes, fazendo com que o piloto do carro #16 também perdesse a quarta colocação para Max Verstappen.
15/18

Foto de: Glenn Dunbar / LAT Images

Após a corrida, Leclerc preferiu ser político: "Tenho que ver os dados e falar com os engenheiros para entender o que aconteceu. Eu não quero comentar estupidamente antes disso. Eles fizeram um bom trabalho em se aproximar da Mercedes, acho que esse era o objetivo."

Após a corrida, Leclerc preferiu ser político: "Tenho que ver os dados e falar com os engenheiros para entender o que aconteceu. Eu não quero comentar estupidamente antes disso. Eles fizeram um bom trabalho em se aproximar da Mercedes, acho que esse era o objetivo."
16/18

Foto de: Jerry Andre / Sutton Images

Mattia Binotto explicou depois: "Eu entendo o sentimento de Charles, é uma pena para ele. Mas naquela fase da corrida as Mercedes estavam um pouco mais rápidas, acho que simplesmente tentamos dar a Sebastian uma chance e ver se poderíamos ter igualado o ritmo deles, que era fundamental.”

Mattia Binotto explicou depois: "Eu entendo o sentimento de Charles, é uma pena para ele. Mas naquela fase da corrida as Mercedes estavam um pouco mais rápidas, acho que simplesmente tentamos dar a Sebastian uma chance e ver se poderíamos ter igualado o ritmo deles, que era fundamental.”
17/18

Foto de: Zak Mauger / LAT Images

O GP do Azerbaijão - que em sua pequena história dentro da F1 tem mostrado corridas agitadas - será o próximo capítulo da saga entre Leclerc e a Ferrari.

O GP do Azerbaijão - que em sua pequena história dentro da F1 tem mostrado corridas agitadas - será o próximo capítulo da saga entre Leclerc e a Ferrari.
18/18

Foto de: Sutton Motorsport Images

Falando à mídia no final da noite, Leclerc disse: "obviamente estar no carro foi um pouco frustrante, mas por outro lado estou ciente de que no carro você não vê muito da imagem completa da corrida, então eu apenas aceitei, fiz e foquei na minha corrida".

O resultado colocou Vettel à frente de Leclerc no campeonato de pilotos por um único ponto, mas o líder da Ferrari ainda está 31 pontos atrás do primeiro piloto da Mercedes e novo líder nos pontos, Lewis Hamilton.

Leclerc disse que estava satisfeito com o raciocínio de Ferrari para o pedido da equipe.

"Não foi uma situação fácil", disse ele. "Eu estava obviamente com problemas com os pneus. Nós dois estávamos. E naquele momento parecia que Seb era mais rápido. Mas obviamente atrás de mim por algumas voltas ele obviamente danificou seus pneus, e quando entrou na frente seus pneus provavelmente também foram danificados".

Binotto disse que o longo segundo stint de Leclerc foi principalmente para avaliar a validade de uma estratégia de uma parada, em vez de segurar um dos Mercedes como Leclerc havia sugerido anteriormente.

Sobre a ordem de equipe, Binotto acrescentou: "acho que tentamos de tudo, não podíamos perder tempo com a Mercedes na frente e essa era a única chance que tínhamos naquele momento. Tentamos e não deu certo. Era certo dar a chance para Seb. Como um time nós fizemos o que pudemos."

Reportagem adicional por Roberto Chinchero

Próximo artigo
GALERIA: Conheça todos os circuitos da história da Fórmula 1

Artigo anterior

GALERIA: Conheça todos os circuitos da história da Fórmula 1

Próximo artigo

Verstappen vê Red Bull brigando por vitórias no meio do ano

Verstappen vê Red Bull brigando por vitórias no meio do ano
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Charles Leclerc
Equipes Ferrari Compre Agora
Autor Scott Mitchell
Seja o primeiro a receber as últimas notícias