Últimas notícias

Chefe da Mercedes: É melhor que Hamilton divida opiniões do que ele ser chato

Homem-forte da escuderia germânica, austríaco Toto Wolff defendeu seu piloto em meio a debate sobre popularidade

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

Chefe de equipe da Mercedes na Fórmula 1, Toto Wolff disse que é positivo que Lewis Hamilton polarize a opinião, já que isso é melhor do que se o pentacampeão mundial fosse "chato".

Os comentários de Wolff vêm após questionamentos sobre a popularidade de Hamilton em seu país de origem, desencadeado por uma questão controversa sobre a percepção de seu "britanismo".

"Eu acho que, correndo na frente de sua torcida em Silverstone, ele quer fazer muito bem", disse Wolff, mencionando o fato de que Hamilton é agora o maior vencedor do circuito de seu país (em galeria no fim desta matéria, você confere quem é o rei de cada pista da F1). “E isso coloca tensão e intensidade adicionais na situação. Para mim, muitas das melhores estrelas do esporte polarizam".

Leia também:

“Você já deve ter ouvido comentários semelhantes sobre Serena Williams. Metade das pessoas a ama e quer que ela ganhe tudo, e as outras torcem pelos adversários. E eu acho que é melhor polarizar do que ser chato. Essa é a minha opinião”.

Hamilton foi defendido nas redes sociais pelo ex-jogador de futebol Rio Ferdinand, que disse que as críticas que o campeão de F1 enfrentou foram muito motivada por algo que ele chamou de "tons racistas".

 

O piloto comentou: “Todo dia é uma oportunidade para fazer algo novo. Minha mãe é branca, meu pai é negro. Eu tenho o melhor dos dois mundos. Tenho torcedores de todas as religiões, de diferentes origens étnicas, e espero que isso ajude a reunir pessoas que talvez não estivessem interessadas no passado”.

GALERIA: Os reis de cada circuito do calendário da Fórmula 1

Melbourne - Michael Schumacher - 4 vitórias
O alemão heptacampeão estabeleceu seu recorde na pista australiana em 2004, quando venceu sua quarta prova no circuito, mas um conterrâneo seu ameaça roubar seu reinado...
Melbourne - Sebastian Vettel - 3 vitórias
O tetracampeão conquistou sua terceira vitória em 2018 e perdeu a oportunidade de igualar o recorde de Schumacher neste ano. Será que ele vai conseguir alcançar a marca nos próximos anos?
Sakhir - Sebastian Vettel - 4 triunfos
Com as vitórias de 2017 e 2018, Vettel igualou e superou o rival Lewis Hamilton para se isolar como maior vencedor no Bahrein.
Sakhir - Lewis Hamilton - 3 conquistas
Em 2014, Hamilton superou o companheiro Nico Rosberg para iniciar sua arrancada na temporada em que conquistou seu segundo título. Na ocasião, os pilotos tiveram intensa disputa pela liderança e a amizade entre eles ainda era forte, algo que mudaria no meio da temporada.
Xangai - Lewis Hamilton - 6 vitórias
Na China, o britânico da Mercedes é soberano. Pode demorar muitos anos para alguém igualar a marca do piloto que neste ano, venceu pela sexta vez a prova que também marcava a milésima corrida da história da F1.
Baku - 4 vencedores diferentes em 4 edições
Valteri Bottas venceu a prova de 2019 do Azerbaijão, mas isso não colocou o finlandês em posição de destaque no circuito. Nico Rosberg, Sebastian Vettel e Lewis Hamilton foram os responsáveis por vencer nos anos anteriores.
Barcelona -  Michael Schumacher - 6 triunfos
Em 1996, Schumacher acabou com as dúvidas de quem achava que ele não era merecedor da fama que conquistou com os títulos na Benetton. A bordo de uma Ferrari inconstante, Schumacher brilhou debaixo de forte chuva para superar os rivais da Williams e vencer pela primeira vez com a equipe italiana. Foi o segundo de seus 6 triunfos na pista espanhola.
Mônaco - Ayrton Senna - 6 vitórias
A marca de seis vitórias que pode demorar a ser batida, visto que entre os pilotos atuais o que mais venceu foi Hamilton, com 3 conquistas em Monte Carlo. Mais impressionante e difícil de bater serão as cinco vitórias consecutivas no Principado.
Montreal - Michael Schumacher - 7 vitórias
O recorde de Schumacher parecia surreal quando o alemão se aposentou em 2006. No entanto, no ano seguinte à aposentadoria do heptacampeão um jovem piloto estreou na categoria e deu início a perseguição pelos recordes impossíveis...
Montreal - Lewis Hamilton - 7 conquistas
A primeira vitória da carreira de Hamilton deu início a uma crise interna na McLaren, pois o inglês ameaçou a liderança do recém contratado Fernando Alonso, que chegava ao time com dois títulos e exigia tratamento preferencial em detrimento do estreante. Neste ano, com mais uma vitória, o britânico igualou Schumacher no Canadá
Le Castelet - Alain Prost - 4 conquistas
Na pista francesa de Paul Ricard, é o piloto da casa quem domina as estatísticas. A primeira vitória do francês no circuito foi a bordo de uma Renault em 1983.
Red Bull Ring (Spielberg) - Um empate quádruplo
Mika Hakkinen e Schumacher conquistaram duas vitórias cada na década de 2000 na pista austríaca. Nico Rosberg aumentou a igualdade nos últimos anos com a Mercedes. Mas Max Verstappen venceu as duas últimas edições da prova na casa da própria equipe e pode se tornar o "Rei" da Áustria em 2020.
Silverstone - Lewis Hamilton - 6 conquistas
Neste ano, o inglês conquistou sua sexta vitória na terra natal e superou Alain Prost, com quem estava empatado com cinco triunfos em Silverstone. Hamilton venceu as provas de 2008, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2019.
Hockenheim - Michael Schumacher - 4 triunfos
Com quatro vitórias em Hockenheim e cinco em Nurbugring, o alemão domina as estatísticas nas duas pistas alemãs que mais receberam provas de F1. Em Avus, o inglês Tony Brooks venceu a única prova já disputada na Alemanha fora dos dois circuitos lendários, em 1959.
Hockenheim - Lewis Hamilton - 3 vitórias
Único piloto ativo que poderia igualar Schumacher em mais um recorde neste ano, Hamilton conquistou na pista alemã a vitória que lhe garantiu a virada no campeonato que lhe rendeu o quinto título mundial, em 2018.
Budapeste - Lewis Hamilton - 6 triunfos
Recordista na pista desde 2016, quando superou as quatro vitórias de Schumacher, Hamilton teve em 2009 uma corrida especial na Hungria. Naquele ano, Brawn GP e Red Bull estavam dominando o campeonato enquanto McLaren e Ferrari tentavam correr atrás do prejuízo. Quando venceu em Hungaroring, Hamilton foi o primeiro a quebrar a hegemonia das duas equipes e devolver a McLaren ao degrau mais alto do pódio.
Spa - Michael Schumacher - 6 vitórias
A primeira corrida na carreira de Schumacher foi disputada em 1991 na Bélgica, mas um problema em sua Jordan fez o alemão abandonar a prova logo nas primeiras voltas. Pilotando sua primeira temporada completa pela Benetton em 1992, Schumacher desbancou Senna, Mansell e outros pilotos para vencer sua primeira corrida na F1. Até sua aposentadoria, o alemão conquistaria mais cinco vitórias no circuito lendário.
Monza - Michael Schumacher - 5 triunfos
A prova de 2006 foi especial e emocionante para Schumacher e para a Ferrari. Na mesma prova, Schumacher alcançou sua nonagésima vitória e a Ferrari chegou a marca de 190 triunfos na categoria. Para coroar o fim de semana, Schumacher anunciou aquela que seria sua primeira aposentadoria da Fórmula 1.
Monza - Lewis Hamilton - 5 vitórias
Em 2018, Hamilton igualou mais um recorde de Schumacher, vencendo pela quinta vez na casa dos rivais italianos, a quarta pela Mercedes.
Singapura - Sebastian Vettel - 4 conquistas
Apenas três pilotos venceram a corrida noturna. O espanhol Fernando Alonso venceu duas vezes na cidade-estado, enquanto Vettel foi o primeiro a estabelecer o recorde de quatro vitórias, três com a Red Bull e uma com a Ferrari. Mas o alemão não reina sozinho na pista...
Singapura - Lewis Hamilton - 4 vitórias
Com as vitórias de 2009, 2014, 2017 e 2018, Hamilton igualou Vettel no recorde da pista. Será que algum dos dois pilotos vai desempatar a disputa em 2019?
Sochi -  Lewis Hamilton - 3 vitórias
Com 3 triunfos nas 5 edições da prova disputada na Russia, Hamilton forjou um novo reinado. Mas a coroa não veio sem uma polêmica: em 2018, Valteri Bottas liderou todo o fim de semana, mas como Hamilton disputava o título contra Vettel, a Mercedes ordenou a troca de posições, o que não agradou o finlandês.
Suzuka - Michael Schumacher - 6 triunfos
Correr em outro fuso horário nunca foi problema para Schumacher. No Japão, o alemão é recordista absoluto. Se Vettel ou Hamilton quiserem superá-lo, precisarão vencer mais três vezes na pista que consagrou vários campeões mundiais, como Senna e Hakkinen.
Austin - Lewis Hamilton - 5 vitórias
Hamilton já disse diversas vezes que gosta muito dos Estados Unidos, mas ninguém esperaria um domínio tão grande na pista do Texas quando ele venceu por lá pela primeira vez em 2012, com sua McLaren. Hamilton venceu cinco das sete provas já disputadas na pista americana.
México - empate quádruplo
Max Verstappen venceu as duas últimas provas na cidade mexicana e poderá ter em 2019 a última oportunidade para se tornar o recordista do circuito, pois a prova pode sair do calendário depois deste ano. Além do holandês, Jim Clark, Alain Prost e Nigel Mansell já venceram duas vezes no circuito.
Interlagos - Michael Schumacher - 4 triunfos
Michael Schumacher é o grande vencedor de Interlagos. O alemão venceu a prova paulistana em 1994, 1995, 2000 e 2002.
Interlagos - Sebastian Vettel - 3 vitórias
Outro alemão segue na cola de Schumacher e pode igualar o heptacampeão em breve. A pista brasileira foi palco do quarto título de Vettel e da despedida de Mark Webber em 2013. Somadas as vitórias por nação, os alemães levam pequena vantagem sobre os brasileiros: 9 da Alemanha x 7 do Brasil.
Yas Marina - Lewis Hamilton - 4 conquistas
Com a vitória de 2018, o pentacampeão se isolou como maior vencedor na pista de Abu Dhabi. Mas seu grande rival segue colado...
Yas Marina - Sebastian Vettel - 3 vitórias
O alemão estabeleceu um recorde de três vitórias no circuito de Abu Dhabi, com as vitórias de 2009, 2010 e 2013 pela Red Bull. Na prova de 2010, Vettel conquistou seu primeiro título mundial ao desbancar Mark Webber e Fernando Alonso.
Jacarepaguá - Alain Prost - 5 triunfos
O francês, maior rival de Senna na F1, venceu cinco das dez provas disputadas no Rio de Janeiro. O recorde jamais será batido, já que a pista de Jacarepaguá foi destruída para a construção do parque olímpico do Rio.
Imola - Michael Schumacher - 7 vitórias
O alemão se tornou o recordista de vitórias na sede do GP de San Marino, onde Ayrton Senna sofreu o acidente que resultou em sua morte em 1994. Schumacher conseguiu seis vitórias pela Ferrari e uma pela Benetton.
Detroit - Ayrton Senna - 3 triunfos
O rei das ruas de Mônaco é também o rei das ruas de Detroit. Das sete provas disputadas na cidade americana, Senna participou de cinco. O aproveitamento do brasileiro no circuito foi de 60%, levando em conta suas três vitórias e dois abandonos.
Istambul - Felipe Massa - 3 conquistas
O brasileiro venceu três edições consecutivas no circuito da Turquia, entre 2006 e 2008. Com a pista fora dos planos da Fórmula 1 desde 2012, o recorde de Massa deve permanecer para sempre. Felipe Massa é o único piloto não campeão a deter o recorde de vitórias em uma pista da F1.
Magny Cours - Michael Schumacher - 8 vitórias
O recorde máximo de oito triunfos em um circuito da Fórmula 1 foi alcançado por Schumacher na pista francesa em 2006. Com a Benetton, Schumacher venceu as provas de 1994 e 1995. Pilotando pela Ferrari, foram mais seis conquistas: 1997, 1998, 2001, 2002, 2004 e 2006.
34

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Red Bull segue Mercedes e lançará novo chassi após pausa de agosto
Próximo artigo Horner: Não haverá troca de pilotos nas equipes de ponta em 2020

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil