Fórmula 1
25 jul
-
28 jul
Evento encerrado
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Corrida em
11 Horas
:
53 Minutos
:
35 Segundos
26 set
-
29 set
Próximo evento em
3 dias
10 out
-
13 out
Próximo evento em
17 dias
24 out
-
27 out
Próximo evento em
31 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
38 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
66 dias

Chefe da Mercedes ri de rumores sobre conversas com Verstappen

compartilhar
comentários
Chefe da Mercedes ri de rumores sobre conversas com Verstappen
Por:
17 de abr de 2019 12:03

Toto Wolff diz que sequer tem telefone do piloto holandês e reafirma compromisso em manter Hamilton e Bottas

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, disse que deu "muita risada" com Max e Jos Verstappen por sugestões de que ele teria ligado para o piloto da Red Bull para discutir possivelmente um contrato.

Uma notícia vinda da Alemanha citou o consultor de automobilismo da Red Bull, Helmut Marko, dizendo que Wolff "repetidamente" liga para Verstappen há meses.

Leia também:

O piloto de 21 anos disse na preparação para o fim de semana do GP da China que ficou surpreendido ao ler a história, e achou bastante "engraçado" porque nunca falou com Toto Wolff: “ele nunca me liga, e nem eu tenho seu número".

Wolff disse: "nós demos muita risada com isso. Eu não tenho o número de Max e eu nunca falei com ele no telefone. Como Max corretamente disse, eu conheço Jos há muito tempo e eu o considero um amigo”.

"Nós conversamos sobre bebês e kart, sobre quando vamos colocar nossos bebês em um kart juntos e qual equipe vamos montar. Não há como falar sobre Max e nem seu contrato. É pelas razões certas, Max é muito comprometido com a situação Honda/Red Bull.”

"Estamos comprometidos com os nossos pilotos e não estamos planejando participar de qualquer tipo de discussões, nem com Jos e nem com Max. Então não sei de onde veio isso."

Foi sugerido que Verstappen tem uma cláusula de desempenho no novo contrato da Red Bull que assinou em 2017, que permitiria que ele deixasse a equipe se não lutasse pelo campeonato mundial nesta temporada.

Verstappen terminou em terceiro e duas vezes em quarto lugar nos três primeiros GPs de 2019, o que o coloca em terceiro lugar no campeonato, à frente de ambas Ferraris, mas a 29 pontos de Lewis Hamilton na liderança da classificação.

"Não posso falar sobre meu contrato", disse Verstappen quando questionado sobre a suposta cláusula de desempenho. "Eu nunca falo sobre o meu contrato. Acho que é normal que eu não possa comentar sobre isso."

Os pilotos da Mercedes terminaram em primeiro e segundo lugares em todas as corridas até agora, com Hamilton vencendo os dois últimos GPs depois que Bottas ganhou a abertura da temporada.

Hamilton tem contrato com a Mercedes até o final da próxima temporada. A equipe tem a opção de manter Bottas para 2020 também.

"Depois de dias como o GP da China, que estivemos em primeiro e segundo, não estou considerando nenhum outro piloto a curto prazo", disse Wolff após o GP da China.

"Para depois de 2020, vamos primeiro discutir com Valtteri e Lewis, e uma vez que essa decisão seja tomada, vamos nos voltar para o paddock. Mas esperamos que a dupla permaneça para sempre."

Reportagem adicional por Adam Cooper e James Roberts

Próximo artigo
Vettel se irrita com “jornalismo ruim” após ordem de equipe da Ferrari

Artigo anterior

Vettel se irrita com “jornalismo ruim” após ordem de equipe da Ferrari

Próximo artigo

Relembre 40 grandes frases da história da Fórmula 1

Relembre 40 grandes frases da história da Fórmula 1
Carregar comentários