Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
23 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
37 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
65 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
72 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
86 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
100 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
107 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
121 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
128 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
142 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
184 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
191 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
205 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
212 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
226 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
240 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
247 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
261 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
275 dias

Cria da Red Bull se aproxima de superlicença com vitória em Macau

compartilhar
comentários
Cria da Red Bull se aproxima de superlicença com vitória em Macau
Por:
20 de nov de 2018 18:38

FIA confirma que Dan Ticktum possui 35 dos 40 pontos necessários para poder emitir "carteira de motorista" que lhe permitiria correr na F1

A FIA confirmou que a vitória de Dan Ticktum no GP de Macau de F3 deixou o inglês ainda mais próximo de poder emitir uma superlicença para correr na F1.

O piloto sequer pôde testar pela Red Bull nos últimos meses, já que ele não tinha a carteira de pilotagem necessária. Porém, agora, ele está perto de obter uma carteira definitiva.

A FIA esclareceu que Ticktum possui agora 35 dos 40 pontos necessários para correr na F1.

As regras estabelecem que apenas as últimas três temporadas contam para uma superlicença. Isso significa que, caso ele queira requerer uma carteira para 2019, ele poderá usar somente pontos de 2016, 2017 e 2018, ou do período entre 2017, 2018 e 2019.

Ou seja, os dois pontos que ele obteve por seu sexto lugar na Fórmula MSA, em 2015, não podem ser mais utilizados.

No entanto, os 25 pontos obtidos pelo vice-campeonato da F3 Europeia, mais os dez pontos de suas duas vitórias de Macau, o deixaram apenas cinco a menos do que o necessário.

A FIA esclareceu que o GP de Macau, por ter status de mundial de F3, daria cinco pontos ao piloto vencedor.

Isso tudo significa que Ticktum poderá obter sua superlicença antes da próxima temporada da F1. Caso venha a competir na Toyota Racing Series, torneio de verão realizado na Nova Zelândia, o inglês marcaria sete pontos se conquistasse o título, ou cinco se fosse vice-campeão.

Ticktum admitiu que se sente pronto para competir de imediato na F1, mesmo que não deva ser este o seu destino.

“Me sinto pronto para a F1. Veja, eu obtive grandes melhores neste fim de semana em termos de como trabalho, então estou sempre melhorando.”

“Mas acho que é seguro dizer que um ano em uma categoria como a Super Fórmula poderá me ajudar ainda mais, então não ligaria. Qualquer situação em que eu estiver, terei certeza de que extrairei o máximo dela.”

Próximo artigo
Mercedes promete “ir com tudo” em Abu Dhabi com títulos garantidos

Artigo anterior

Mercedes promete “ir com tudo” em Abu Dhabi com títulos garantidos

Próximo artigo

Ricciardo: Minha temporada 2014 mudou a ultrapassagem na F1

Ricciardo: Minha temporada 2014 mudou a ultrapassagem na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Dan Ticktum
Autor Jonathan Noble