F1: Alonso vê 'alerta' aceso no atual momento da Aston Martin

Tanto em Ímola quanto em Mônaco, a equipe de Silverstone enfrentou a ausência de bons resultados e rendimento

Fernando Alonso, Equipe de F1 da Aston Martin

A queda na competitividade nos dois últimos finais de semana da Fórmula 1, apesar de ter trazido atualizações, deve fazer soar o alarme na Aston Martin, avalia Fernando Alonso.

Leia também:

A equipe trouxe um pacote de atualização para Imola, mas muitos de seus rivais diretos também o fizeram, o que significa que, no jogo relativo de desenvolvimento durante a temporada, o esquadrão baseado em Silverstone não conseguiu fazer nenhum progresso.

O AMR24 também se mostrou mais difícil de ajustar e pilotar, com Alonso e seu companheiro de equipe, Lance Stroll, tendo queixas semelhantes sobre a dificuldade de manter o carro equilibrado nas curvas, passando da sobreviragem na entrada para a subviragem no meio da curva.

O comportamento recalcitrante do Aston foi enfatizado pelo acidente atípico de Alonso no TL3 em Imola, que prejudicou o resto do seu fim de semana. Em Mônaco, onde a confiança no carro é tudo, a Aston não se saiu muito melhor, já que os dois pilotos não estiveram no top 10 - desde a classificação.

"Esses dois finais de semana foram cruciais para entender nossos pontos fracos, entender o carro e melhorar", disse Alonso depois de terminar em 11º. "Nas dificuldades, você sempre tira mais conclusões do que nas vitórias, então estamos aprendendo muito, acho que para o resto do ano, 2025 e 2026. Essas duas corridas foram um grande alerta e isso será muito bom para nós."

Fernando Alonso, Aston Martin AMR24

Fernando Alonso, Aston Martin AMR24

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Alonso disse que não está esperando uma reviravolta rápida, revelando que levará "algumas corridas" para a Aston lançar seu próximo grande pacote de atualização.

"Tivemos algumas dúvidas depois de Ímola e Mônaco, pois não conseguimos ser rápidos, e temos que tentar mudar essa tendência", disse o bicampeão mundial. "Vamos precisar de algumas corridas até introduzirmos uma melhoria significativa no carro, mas até lá temos que dar tudo de nós e temos que melhorar na pista para obter os resultados. Haverá dias melhores e dias piores e temos que estar unidos."

Solicitado a dar sua opinião sobre as dificuldades de manuseio do AMR24, Stroll respondeu: "Com certeza tem sido um desafio maior [manter o carro equilibrado]."

"Um pouco de sobreviragem na entrada, um pouco de subviragem nas curvas, o uso do meio-fio, apenas as coisas de sempre para continuar trabalhando. É um equilíbrio um pouco mais complicado do que o carro que tínhamos no ano passado, com certeza."

BRIATORE 'de volta' à Alpine, que pode ser COMPRADA POR CHINESES! Antonelli CHOCA, Yuki na Audi e +

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast Motorsport.com debate: Verstappen e RBR ameaçados em 2024?

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Depois de vencer a Indy 500 pela 2ª vez consecutiva, Newgarden manda 'indireta' para pilotos de F1
Próximo artigo F1: Williams teria data para anunciar Sainz na equipe, diz jornalista

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil