F1: Andretti anuncia Pat Symonds como novo consultor técnico

Após se desligar da Fórmula 1, lendário engenheiro se torna uma das apostas da equipe que ainda não foi aprovada pela categoria

Pat Symonds, is interviewed on the Autosport main stage

A Andretti Cadillac contratou o ex-chefe técnico da Fórmula 1, Pat Symonds, à medida que aumenta sua aposta para ingressar na categoria.

Conforme relatado anteriormente pelo Motorsport.com, Symonds deveria deixar seu cargo de diretor técnico da F1 após sete anos no cargo, desempenhando um papel crucial na contribuição para os regulamentos técnicos da F1 para 2022 e 2026.

Leia também:

Com as regras de chassi para 2026 praticamente finalizadas, Symonds decidiu deixar a organização como vinha sendo considerado há muito tempo.

Descobriu-se agora que Andretti Cadillac é o próximo destino de Symonds, com a organização de Michael Andretti contratando o homem de 71 anos para o cargo de Consultor Executivo de Engenharia.

Ele trabalhará na recém-inaugurada base da equipe no Reino Unido em Silverstone, após um período de licença.

“Não poderíamos estar mais entusiasmados em receber Pat na família Andretti”, disse Andretti. “O profundo conhecimento de Pat sobre aerodinâmica, dinâmica dos carros e unidades de potência da F1 será fundamental à medida que continuamos a construir uma equipe competitiva.

“Acredito que sua experiência foi fundamental na formação da narrativa da Fórmula 1 e seu voto de confiança em se juntar ao nosso esforço diz muito. Estou muito feliz com este próximo passo, pois nosso trabalho continua em ritmo acelerado.”

Michael Andretti, Owner Andretti Global

Michael Andretti, Owner Andretti Global

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Na Andretti, Symonds se junta novamente ao ex-colega da Benetton e da Renault, Nick Chester, que lidera a equipe de engenharia como diretor técnico da Andretti Cadillac.

“Tive o prazer de trabalhar com Pat no passado e ele possui um vasto conhecimento ao qual podemos recorrer”, disse Chester.

“Pat trará experiência em áreas técnicas e operações de equipe em sua função como Consultor Executivo de Engenharia que nos ajudará a desenvolver a equipe.”

Ter Symonds é outra arma da Andretti, enquanto a potência americana do automobilismo busca agressivamente uma entrada na F1 com a marca GM Cadillac.

Embora lhe tenha sido negada a entrada para 2026, a cúpula do time não aceitou um não como resposta e continuou a sua preparação, abrindo a sede em Silverstone e iniciando uma campanha de recrutamento, com Symonds a emergir agora como o primeiro grande nome.

A F1 deixou a porta aberta para uma nova tentativa em 2028 com unidades de potência GM personalizadas.

Symonds foi parte integrante da equipe Benetton que conquistou campeonatos com Michael Schumacher em meados dos anos 1990.

Ele permaneceu com a equipe sob o nome Renault até sair após o escândalo do Crashgate de Singapura em 2008, antes de retornar à categoria como consultor da Virgin. Ele então se tornou CTO da Williams e ingressou na organização F1 em 2017.

RETA FINAL: Verstappen impede que Red Bull perca domínio?

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #282 – Histeria contra Hulkenberg na F1 é justificável?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior ANÁLISE: Red Bull deixou de ter o carro mais rápido da F1?
Próximo artigo F1: Red Bull teria oferecido renovação de contrato para mais uma temporada a Pérez, que recusou

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil