Fórmula 1 GP da Holanda

F1: Audi teria interesse em Schumacher e pode ajudá-lo em busca de vaga para 2023

Mas com situação do grid bem encaminhada, solução mais lógica para o alemão parece convencer a Haas a garantir mais um ano de contrato

Mick Schumacher, Haas F1 Team, in the drivers parade

Mick Schumacher ainda não tem vaga na Fórmula 1 para 2023, mas sua saída para seguir na categoria pode estar no longo prazo. Visando ter um piloto alemão em sua equipe quando entrar na F1 em 2026, a Audi estaria interessada no filho do heptacampeão Michael, e pode inclusive ajudá-lo a encontrar uma solução para o próximo ano.

No GP da Bélgica, a Audi oficializou sua entrada na F1 a partir de 2026 como fornecedora de motores. O acordo de aquisição de 75% da Sauber ainda não foi confirmado, mas com a Alfa Romeo anunciando logo em seguida o fim da parceria com o time suíço após o fim da próxima temporada, o caminho está pronto.

Leia também:

A expectativa é de que a Audi anuncie até o GP de Singapura a aquisição da equipe suíça, com a transferência acontecendo em parcelas de 25% ao longo dos próximos três anos.

E a aquisição da Sauber também significa que a Audi pode ter poder de decisão na escolha dos pilotos. Markus Duesmann, presidente-executivo da montadora, já confirmou o interesse em ter um compatriota em seus carros. E segundo o F1 Insider, a Audi não tem interesse em qualquer piloto alemão, mas sim em Schumacher.

A marca gostaria de ter o piloto da Haas no carro da Sauber (agora Alfa Romeo) já no próximo ano, mas não quer rescindir os contratos de Valtteri Bottas e Zhou Guanyu. Enquanto o finlandês tem um acordo multianual, o chinês ainda segue sem uma garantia para 2023, mas sua performance vem impressionando a equipe.

Então parece que Schumacher não teria um lugar na equipe em 2023 e, por isso, teria que convencer a Haas e Gunther Steiner porque merece seguir por lá mais um ano, já que, no momento, pode não ser a melhor opção disponível no mercado.

Com a Alpine próxima de fechar com Pierre Gasly, o alemão teria poucas chances por lá. E enquanto Toto Woff tenha admitido em Zandvoort que a equipe está e olho nele, disse também que não há lugar para ele ao lado de Lewis Hamilton e George Russell.

PODCAST #194 - Qual será o futuro de Felipe Drugovich?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: De olho em vaga na Williams, De Vries diz que regras da superlicença devem ser respeitadas
Próximo artigo F1: Red Bull explica por que Pérez e Verstappen usam assoalhos diferentes

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil