Fórmula 1 GP da Bélgica

F1: Audiência de Piastri na Junta de Reconhecimento de Contratos está marcada para próxima semana

Órgão independente se reunirá a partir da semana que vem para decidir se Alpine ou McLaren contará com os serviços do australiano, conforme apurou o Motorsport.com

Oscar Piastri, Alpine reserve

Oscar Piastri está no centro de uma disputa contratual na Fórmula 1 com sua atual equipe, a Alpine, que acredita ter um contrato ainda válido com australiano, enquanto a McLaren tem um pré-acordo, e possivelmente, um contrato com o piloto para 2023.

Alpine anunciou Piastri como substituto de Fernando Alonso no início deste mês, mas as dúvidas surgiram de imediato quando o jovem publicou que não competiria pela equipe. Em um tweet pouco depois da confirmação de Alpine, Oscar Piastri disse: "Entendo que, sem meu consentimento, Alpine F1 publicou um comunicado de imprensa na última hora dizendo que pilotaria para eles no próximo ano. Isso está errado e não assinei um contrato com a Alpine para 2023. Não pilotarei para Alpine no próximo ano."

Leia também:

Entende-se que a postura de Piastri se deve ao contrato com a McLaren, onde irá substituir Daniel Ricciardo. A Alpine se manteve firme na crença de que tem um contrato com Piastri, e com a McLaren igualmente crente de que assinou com o australiano para o próximo ano, a governança da F1 entende que a disputa agora deve ser resolvida pela Junta de Reconhecimento de Contratos.

Fontes com bom conhecimento da situação disseram que a situação deve avançar quando o CRB se reunir a partir da próxima segunda-feira. No entanto, não está claro quando CRB tomará uma decisão e vai depender de quão complicado são os contratos. 

Oscar Piastri, Reserve Driver, Alpine F1 Team

Oscar Piastri, Reserve Driver, Alpine F1 Team

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

O CRB é formado por advogados que se reúnem para analisar os contratos em vigor da F1. Sua missão é, analisar disputa entre equipes e pilotos, avaliar se os contratos são válidos ou não. Neste caso, terão que julgar se a Alpine tem um compromisso ainda válido com Piastri ou se a McLaren, por outro lado, tem direito sobre ele. 

Uma vez que o CRB tome sua decisão e informe as equipes, a FIA ficará ciente de qual deles poderá oficializar a superlicença para o piloto. O CRB foi criado por conta da disputa contratual que surgiu depois que a Benetton arrancou Michael Schumacher das garras da Jordan depois da sua estreia sensacional no GP da Bélgica de 1991.

Seu objetivo é evitar possíveis audiências judicias longas e custosas no tribunais civis se houver tais disputas. Como parte do compromisso de cada equipe de competir na F1 por meio do Acordo de Concórdia, aceitam acatar a decisão do CRB.

Piastri permanece como piloto reserva oficial da Alpine e entende que ele estará em tarefas de simulação para e equipe de Enstone durante o fim de semana do GP da Bélgica.

Podcast #192 – Sequência de corridas decidirá campeonato da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Leclerc admite que briga pelo título será "muito difícil", mas mantém esperança acesa
Próximo artigo F1: Hamilton diz que Mercedes está "definitivamente" mais perto de vencer

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil