F1: Binotto admite dificuldade em lidar com críticas à Ferrari

Chefe da escuderia italiana ainda admite que equipe precisa melhorar, pelo menos, três aspectos para temporada de 2023

Mattia Binotto, Team Principal, Ferrari

Chefe de equipe da Ferrari há quatro anos, Mattia Binotto admitiu que teve dificuldades em blindar a escuderia das críticas externas e a distração que elas causaram durante a temporada 2022 da Fórmula 1.

Leia também:

Mesmo a Ferrari dando um passo à frente em 2022 sendo vice-campeã em ambos os campeonatos, conquistando seu melhor resultado desde 2018, o ano não foi isento de decepções. E, em particular, a escuderia se viu na linha de fogo depois de ver uma série de possíveis vitórias arruinadas por falta de confiabilidade, erros de estratégia e erros dos pilotos.

Refletindo sobre os acontecimentos desta temporada, Binotto disse que foi uma revelação, especialmente ao lidar com as pressões externas.

“Certamente foi difícil porque a crítica nunca é fácil de ser gerenciada”, disse ele. “E mais do que isso, acho que para mim, de alguma forma [precisava] tentar manter a equipe focada e concentrada no trabalho.

“As críticas existem para distrair uma equipe e manter uma equipe focada nunca é fácil. Tem sido difícil, mas acho que isso só me tornará mais forte no futuro. Sei que precisamos contar apenas com nós mesmos. Essa é a lição mais importante da temporada.”

Binotto tem estado no centro das especulações sobre seu próprio futuro, com relatórios na Itália antes do final da temporada, em Abu Dhabi, sugerindo que ele poderia ser despedido durante o inverno. As histórias, que sugeriam que o chefe da equipe Alfa Romeo, Fred Vasseur, estava sendo escalado para substituí-lo, foram fortemente negadas pela Ferrari.

Mas, embora a campanha de 2022 tenha tido suas dificuldades, a equipe fez bons progressos nos últimos anos e os que estão no centro dela insistem em que seu espírito permaneça forte. Charles Leclerc, vice-campeão do campeonato de pilotos este ano, deixou claro em Abu Dhabi que o foco da equipe continua sendo dar o último passo para chegar ao topo.

“Obviamente, quando estamos chegando ao final da temporada, sempre há vozes ao nosso redor”, disse Leclerc. “Mas acho que, como equipe, realmente precisamos nos concentrar em nosso trabalho e, na pista, tentar extrair todas as coisas que estão acontecendo ao redor da equipe.

Charles Leclerc, Ferrari

Charles Leclerc, Ferrari

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

“As pessoas tendem a esquecer o grande passo que demos do ano passado para este ano. Definitivamente, há outro passo que precisamos dar, mas tenho certeza de que faremos tudo juntos.”

O próprio Binotto aceita plenamente que a Ferrari precisa fazer um trabalho melhor em 2023 e considera que a chave para atingir seus objetivos é produzir um carro mais confiável e mais rápido. Questionado sobre qual era a principal melhoria que a Ferrari precisava fazer, Binotto disse: “Não acho que seja apenas uma, porque no final, nossos altos e baixos vinham de áreas diferentes.

“Em primeiro lugar, confiabilidade, eu colocaria como prioridade máxima porque para vencer você precisa ser confiável. Não foi o caso na temporada.

“O segundo é a velocidade do carro, porque embora tenhamos sido muito competitivos na qualificação, nem sempre foi o caso na corrida em si. E nosso ritmo de corrida, seja pela degradação dos pneus ou puro ritmo de corrida, não foi suficiente para lutar por uma posição melhor.

“Acho que são os dois porque, se você tem um carro rápido e confiável, então sim, você pode cometer erros nas estratégias, nos pit-stops, que você sempre pode compensar pelo fato de o carro em si ser rápido e confiável. 

“Então é aí que precisamos nos esforçar, sabendo que ainda sim, as subidas e descidas também são estratégias e talvez chamadas diferentes que possamos ter feito no fim de semana de corrida. Mas também iremos revisar e melhorar com certeza.”

PÓDIO: Verstappen vence e LECLERC SEGURA PÉREZ pra ser vice-campeão em Abu Dhabi! VETTEL pontua

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate 'treta' entre Verstappen e Pérez no GP de São Paulo

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Verstappen desbanca recorde de 10 anos de Hamilton como piloto mais bem pago
Próximo artigo F1: Rumores de saída de Binotto se intensificam e 'separação' começa se tornar iminente

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil