F1 - Bottas gostaria que contrato para 2022 fosse plurianual: "Nunca tive um"

Finlandês disse o que gostaria de seu próximo acordo enquanto situação da Mercedes segue indefinida

F1 - Bottas gostaria que contrato para 2022 fosse plurianual: "Nunca tive um"

Com futuro ainda indefinido, Valtteri Bottas deixou claro que seu principal objetivo para um contrato de 2022 é garantir um acordo de múltiplas temporadas, sendo algo que ele ainda não teve mesmo após anos na Fórmula 1. E mesmo ainda com interrogações sobre o futuro, o finlandês disse que está "feliz" e "animado" com o que o próximo passo aguarda.

A Mercedes confirmou que já decidiu quem será o segundo piloto de 2022, com Bottas buscando seguir pelo sexto ano contra George Russell, que é visto como o favorito à vaga.

Leia também:

Caso Bottas saia da Mercedes, uma troca para a Alfa Romeo é vista como possível após a equipe o colocar no topo de sua lista de possíveis pilotos para 2022. A expectativa é que a confirmação da equipe alemã seja feita em algumas semanas, mas o finlandês se mantém tranquilo ao falar do futuro na coletiva de imprensa pré-GP da Holanda.

Questionado se já sabe onde correrá em 2022, Bottas deu a mesma resposta da semana passada em Spa Francorchamps: "Talvez eu saiba, talvez eu não saiba".

"Eu não quero falar muito mais do que isso. Sabe, as coisas estão se encaminhando na direção correta. Estou feliz e estou animado".

Ele acrescentou que as notícias sobre seu futuro não chegarão neste fim de semana. Bottas sempre teve contratos de apenas um ano em seus anos com a Mercedes, chegando tardiamente em 2017 para substituir o aposentado Nico Rosberg.

Valtteri Bottas, Mercedes W12

Valtteri Bottas, Mercedes W12

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Bottas, que anteriormente correu quatro anos na Williams, entre 2013 e 2016, disse que um contrato de múltiplas temporadas indo além de 2022 seria algo bom, além de fazer parte de um projeto desafiador e animador.

"Sim, um contrato plurianual seria legal. É algo que nunca tive na Fórmula 1. Isso dá a você um bom comprometimento à equipe, sabendo que o trabalho continuará. E precisa ser desafiador. Precisa ser emocionante. Precisa ser divertido, em uma atmosfera que eu realmente curta trabalhar".

"Acho que esses são os pontos principais que procuro. Mas, como disse mais cedo, ainda tenho alguns bons anos na Fórmula 1. Eu realmente quero continuar na Fórmula 1, com certeza".

Com a aposentadoria de Kimi Raikkonen no final da temporada, uma vaga foi aberta na Alfa Romeo para 2022. Caso Bottas se junte à equipe, surgiram alguns paralelos com o compatriota, que assumiu a vaga de outro finlandês que se aposentava em 2002, quando assinou com a McLaren para substituir Mika Hakkinen.

A segunda vaga da Alfa Romeo é atualmente ocupada por Antonio Giovnazzi, cujo futuro também ainda é incerto após o fim da atual temporada.

EXCLUSIVO: Engenheiro BRASILEIRO de RAIKKONEN revela SEGREDOS e diz que é o MAIS LIMPO que já viu

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: GP da Bélgica foi o maior fiasco da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Verstappen diz que não tem como impedir que fãs vaiem Hamilton no GP da Holanda

Artigo anterior

F1 - Verstappen diz que não tem como impedir que fãs vaiem Hamilton no GP da Holanda

Próximo artigo

F1: Raikkonen diz que não tem planos para o futuro além de passar tempo com a família

F1: Raikkonen diz que não tem planos para o futuro além de passar tempo com a família
Carregar comentários