Fórmula 1
25 set
Treino Livre 1 em
00 Horas
:
04 Minutos
:
28 Segundos
09 out
Próximo evento em
13 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
27 dias
04 dez
Próximo evento em
69 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
76 dias

F1: CEO diz que McLaren "não economizou" para contratar Ricciardo; australiano recusou vaga de Alonso para 2019

compartilhar
comentários
F1: CEO diz que McLaren "não economizou" para contratar Ricciardo; australiano recusou vaga de Alonso para 2019
Por:

Zak Brawn fala sobre como o processo de evolução da McLaren desde 2018 foi essencial para conseguir o sim de Ricciardo

A movimentação do mercado de pilotos da Fórmula 1 no semestre passado que começou com a saída de Sebastian Vettel da Ferrari, terminou com a contratação de Daniel Ricciardo pela McLaren, um movimento muito elogiado pelo paddock. E segundo o CEO da montadora britânica, Zak Brown, ele não economizou para trazer o australiano para a equipe, para não perder o piloto uma segunda vez.

Brown nunca escondeu que tentou assinar com Ricciardo para substituir Fernando Alonso para a temporada 2019, mas o australiano optou por um acordo de dois anos com a Renault, que havia terminado na frente no Mundial de Construtores de 2018.

Leia também:

Segundo Brown, não foi uma surpresa que Ricciardo tenha optado pela rival naquele momento, devido à falta de resultados. Porém, ele reconhece que isso o ajudou na segunda tentativa de assinar com o australiano: a McLaren conseguiu provar que suas promessas não eram vazias.

"Há alguns anos, estávamos saindo de uma temporada horrível, uma das piores da história da McLaren", disse Brown ao podcast In the Fast Lane, da organização do GP da Austrália. "Tudo que eu podia fazer naquele momento eram promessas sobre nossas intenções".

"Mas, naquele momento, eram apenas palavras - eu vou ter um ótimo chefe de equipe, um ótimo diretor técnico, vamos atrás dos recursos necessário - eram muitas promessas".

"Eu compreendo ele ter dito 'tudo bem, parece tudo bom, mas vocês estão saindo de uma das piores temporadas da história da McLaren'. No final, não conseguimos assinar com ele por isso".

"Agora, em vez de dizer que eu vou, pude dizer 'eu tenho o Andreas Seidl', que está fazendo um ótimo trabalho na equipe. Não tive que dizer 'vou atrás de um bom diretor técnico', porque eu tenho o James Key".

"Acho que um ano depois ele pôde ver que eu não economizei em nenhum aspecto e os resultados estão começando a aparecer".

Enquanto Ricciardo disse em junho que não houve "um fator decisivo" em sua opção de trocar a Renault pela McLaren, Brown não está tão certo disso. Ele sentiu que a contratação do ex-guru técnico da Porsche Seidl teve um grande papel para convencer Ricciardo.

"Ele é um grande fã de Andreas, eu acho que isso pesou em sua decisão. Ele diz que Andreas é um monstro. E ele fala isso de modo bom. E acho que, no final, foi por isso que ele tomou a decisão".

Entenda porque Ricciardo e McLaren podem lutar pelo topo da F1

PODCAST: Vitória de Gasly prova que F1 é ambiente 'onde os fracos não têm vez'?

 

Pilotos da F1 defendem retorno da "fantástica" Mugello em 2021: "Foi uma das pistas mais desafiadoras de pilotar"

Artigo anterior

Pilotos da F1 defendem retorno da "fantástica" Mugello em 2021: "Foi uma das pistas mais desafiadoras de pilotar"

Próximo artigo

Todt afirma que F1 "não teria sobrevivido sem hibridização" e defende adaptação do esporte ao mundo

Todt afirma que F1 "não teria sobrevivido sem hibridização" e defende adaptação do esporte ao mundo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Equipes McLaren
Autor Andrew van Leeuwen