F1: Chefe da Ferrari explica os dois principais pontos para reação em 2021

Mattia Binotto explicou quais são as expectativas que se tem antes do início das atividades com novo SF21

F1: Chefe da Ferrari explica os dois principais pontos para reação em 2021

Para Mattia Binotto, chefe da equipe Ferrari na Fórmula 1, 2020 deve ser esquecido e este ano a equipe italiana deve elevar seu nível o mais rápido possível para que a sexta posição do ano passado no campeonato de construtores seja uma lembrança distante.

A Ferrari aposta tudo no SF21, um carro que é a evolução do SF1000 com especial ênfase na resolução das fragilidades detectadas na temporada anterior.

Leia também:

E de todas as fraquezas, a velocidade máxima foi a mais óbvia, um pesadelo para os engenheiros da Maranello, que em 2019 se gabavam de ter o carro mais rápido da história em pistas com longas retas.

“Nosso principal problema no ano passado não foi apenas a unidade de potência”, explicou Mattia Binotto. “Mas também o arrasto que causava baixa velocidade nas retas. Agora focamos no motor, mas também na aerodinâmica com o objetivo de reduzir o arrasto”.

Em ambos os casos, o time de Maranello teve ampla margem de mudança, visto que seu motor e aerodinâmica são as duas áreas que não estão sujeitas às limitações do atual congelamento, resultado dos regulamentos aprovados para contornar os efeitos econômicos causados ​​pela pandemia.

“As simulações que fizemos até agora nos permitiram avaliar a potência entregue, mas também a resistência do carro ao avanço no túnel de vento. Acho que no geral recuperamos muito da performance.”

"Espero que em 2021 a velocidade não seja um problema como foi no ano passado, mas como sempre, antes temos a certeza de que temos que confirmá-la na pista e isso só pode ser feito no Bahrein."

“É justo ser cauteloso”, esclareceu o chefe da equipe: “Porque tudo tem a ver com a forma como nos comportamos contra os rivais, mas de nossa parte, sabemos que o SF21 é certamente mais eficiente que o SF1000, e por eficiente quero me referir a aerodinâmica e a capacidade da unidade de potência.”

"Fizemos um esforço importante considerando as limitações atuais, usando as fichas disponíveis na parte traseira do carro, mas, como disse, a primeira resposta só virá no Bahrein quando enfrentarmos nossos rivais."

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

ASTON MARTIN 2021: Veja o carro VERDE de VETTEL e os planos para a VOLTA da marca à F1 após 60 anos

PODCAST: Como seria a transmissão dos sonhos da F1 no Brasil?

 

compartilhar
comentários
F1: Haas lança VF-21, carro da estreia de Schumacher e Mazepin, em ano que pretende "cumprir tabela" na F1

Artigo anterior

F1: Haas lança VF-21, carro da estreia de Schumacher e Mazepin, em ano que pretende "cumprir tabela" na F1

Próximo artigo

F1 considera não realizar pódio em corridas aos sábados para evitar desvalorização de GPs

F1 considera não realizar pódio em corridas aos sábados para evitar desvalorização de GPs
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Carlos Sainz Jr. , Charles Leclerc
Equipes Ferrari
Autor Roberto Chinchero