Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
19 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
33 dias
04 dez
Próximo evento em
75 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
82 dias

F1: Chefe da Mercedes comenta problema com câmbio no GP da Áustria

compartilhar
comentários
F1: Chefe da Mercedes comenta problema com câmbio no GP da Áustria
Por:
, Editor

Toto Wolff descreveu desafios enfrentados pela equipe mas reafirmou confiança na solução para o GP da Estíria

Apesar do domínio no GP da Áustria, que abriu a temporada 2020 da Fórmula 1 e foi vencido por Valtteri Bottas, a Mercedes teve problemas com sensores nas caixas de câmbio do piloto finlandês e de seu companheiro britânico Lewis Hamilton.

Por isso, o time pediu que a dupla evitasse atacar as zebras do Red Bull Ring. O chefe da equipe, Toto Wolff, inclusive falou sobre o medo de que os carros tivessem uma “morte instantânea” na prova deste domingo em Spielberg. De todo modo, a escuderia alemã está confiante de que vai resolver o problema no câmbio com vistas à realização do GP da Estíria, que acontece neste fim de semana, também no circuito austríaco.

Leia também:

Entretanto, o Red Bull Ring tem sido tradicionalmente um circuito que desafia a confiabilidade da Mercedes nos últimos anos. Além disso, há pouco tempo para que o time consiga executar as correções antes da segunda corrida na pista de Spielberg.

Nada que abale a confiança de Wolff. "Temos um grande grupo que lida com a confiabilidade na pista e eles vão [trabalhar para] resolver esse problema. Existem soluções para pelo menos melhorar a situação. Então, se encontrarmos uma maneira de proteger o carro no próximo fim de semana, estaremos bem. Eu acho que temos ideias”, afirmou o dirigente austríaco após o GP da Áustria.

“Os problemas de confiabilidade aqui vêm das zebras. É uma pista ótima, mas se você usar muito as zebras, você danifica sua suspensão. É uma avaliação permanente do piloto e, obviamente, por natureza, eles querem ir o mais rápido possível. Se você fizer isso, corre o risco de sofrer danos na suspensão ou vibrações no carro que podem quebrá-lo”, avaliou o comandante da Mercedes desde 2013.

PÓDIO: Regi Leme e Rico Penteado comentam polêmicas e analisam GP da Áustria

Entrevista com Bruno Senna: trajetória no automobilismo e histórias com Ayrton; ouça

 

.

F1: Chefe da McLaren diz que Norris deu "próximo passo" como piloto

Artigo anterior

F1: Chefe da McLaren diz que Norris deu "próximo passo" como piloto

Próximo artigo

F1: Chefe da Mercedes detona Red Bull por protesto contra Hamilton

F1: Chefe da Mercedes detona Red Bull por protesto contra Hamilton
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Áustria
Equipes Mercedes
Autor Luke Smith