Fórmula 1 GP da Itália

F1: Chefes de equipe garantem que "piloto pagante" não existe mais

Super Licença, na visão dos times, foi a principal responsável por impedir que os assentos fossem 'vendidos'

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Lando Norris, McLaren MCL60, Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, Alex Albon, Williams FW45, the rest of the field at the start

Anteriormente, os pilotos com fortuna privada significativa ou com o apoio de grandes patrocinadores podiam efetivamente comprar uma vaga de corrida em equipes que estavam na parte inferior do grid da Fórmula 1 e que precisavam de uma injeção de dinheiro.

Leia também:

Mas o lançamento da Super Licença da FIA - pela qual um piloto deve acumular 40 pontos com base em sua posição final em outras categorias para poder correr na F1 - e o atual 'boom' comercial que a série está desfrutando atenuaram a necessidade de "pilotos pagos".

Embora o chefe da equipe Williams, James Vowles, queira que a F1 "repense" a forma como o calendário, o limite de custos e os finais de semana com apenas uma sessão de TL1 desestimulam a contratação de um piloto novato, ele disse que o campeonato evoluiu para não mais se apoiar na riqueza em detrimento do talento.

"No campeonato de construtores, as diferenças entre nós são, às vezes, de milissegundos. Portanto, você quer ter no carro pilotos que estejam - é uma meritocracia - dando o máximo de si. Portanto, não se trata apenas de trazer alguns milhões para satisfazer o resultado final."

"Os poucos milhões vêm do campeonato de construtores, que é um passo em relação aos seus colegas. Então, acho que essa foi uma mudança positiva para o esporte."

Vowles acrescentou que as equipes ajudaram a F1 a se afastar do modelo de "piloto pagante", investindo na categoria júnior de monopostos para garantir que os pilotos com menos recursos tenham uma chance realista na F1.

Red Bull is among the teams that field drivers such as Dennis Hauger in junior categories

A Red Bull está entre as equipes que colocam pilotos como Dennis Hauger nas categorias juniores

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Ele continuou: "Agora, o que se vê também são indivíduos, incluindo nós mesmos, investindo até o nível do kart e pagando para que os pilotos subam. Mas a questão é que o investimento é feito pelas equipes desde o nível júnior, a fim de criar e formar uma meritocracia para que, quando chegarem até nós, sejam indivíduos experientes."

"Portanto, não é que os pilotos novatos estejam mortos, nem de longe, mas acho que esse conceito de pegar alguns milhões para colocar alguém no carro não é a forma como podemos atuar hoje em dia, caso contrário, você vai retroceder."

O chefe da equipe AlphaTauri, Franz Tost - que supervisionou as temporadas de formação de Sebastian Vettel, Max Verstappen e Daniel Ricciardo na F1 - disse: "O piloto pagante está fora. Antes de mais nada, na maioria das vezes, o piloto pago não é o mais rápido e a FIA, com a Super Licença, impediu isso."

Guenther Steiner - o chefe da equipe Haas que, para 2022, cortou os laços com Nikita Mazepin, cuja empresa Uralkali, do pai, era a patrocinadora do título da equipe - acrescentou: "Antigamente, havia equipes que não eram financeiramente estáveis. Agora temos 10 equipes muito sólidas aqui, então ninguém precisa depender de um piloto pago no momento, porque a Fórmula 1 está em uma situação muito boa."

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #245 - Novidades sobre Massa-2008 e Drugo na Sauber: Brasil nos holofotes!

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Torcedores da Ferrari fazem manifestação a favor de Massa em Monza: "Campeão de 2008"
Próximo artigo F1 - Hamilton renovou com Mercedes por "negócios inacabados": "Vão ter que me aguentar mais um pouco"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil