F1: Comissários querem revisão do procedimento de relargada após 'caos' em Melbourne

Comissários da FIA acreditam que a categoria deveria considerar mudanças nos regulamentos em relação ao procedimento, depois de um quase acidente atrás do safety car na Austrália

Start action

Red Bull Content Pool

Embora haja um debate separado sobre se as largadas paradas são ou não uma boa ideia após o caos final do GP da Austrália de Fórmula 1, outro problema surgiu já no início da corrida.

Leia também:

Com a primeira bandeira vermelha desencadeada pela batida de Alex Albon na volta sete, o 'sinal verde' para o reinício foi dado pelo controle da corrida. As regras exigem que o safety car lidere os carros em formação para a relargada, antes de entrar nos boxes.

Mas desta vez a situação quase desencadeou um grande acidente, já que o líder da corrida, Lewis Hamilton, diminuiu o ritmo da volta de formação, lá na frente, enquanto os carros que vinham atrás se aproximavam do pelotão em alta velocidade.

Isso foi causado por George Russell ter demorado para sair do pitlane, então estava correndo rapidamente para fechar o déficit. Quando ele diminuiu a velocidade após entrar na parte de trás da fila, outros atrás dele foram surpreendidos, com vários tendo que frear repentinamente para evitar um acidente.

Sergio Pérez, da Red Bull, quase foi atingido por Zhou Guanyu, da Alfa Romeo, enquanto Logan Sargeant, da Williams, teve que tomar medidas evasivas para evitar atingir Valtteri Bottas no Alfa RomeoKevin Magnussen, que se aproximou dos carros lentos em alta velocidade, teve que se esquivar em seu Haas e correr pelo cascalho para evitar um acidente.

Zhou Guanyu, Alfa Romeo Racing C43

Zhou Guanyu, Alfa Romeo Racing C43

Photo by: Alfa Romeo

O incidente foi analisado pelos comissários após o GP e eles entenderam que nenhum piloto era particularmente culpado pelo que aconteceu.

Os comissários disseram em um comunicado: “Quando Russell e os carros de trás alcançaram os carros da frente, eles se depararam com um delta de velocidade significativo entre os dois grupos, resultando em uma situação em que vários carros tiveram que fazer ações evasivas."

"Esta não era uma situação ideal do ponto de vista da segurança. Embora a largada de Russell tenha sido lenta, visto que ele teve que manter a velocidade do pit lane até sair dos boxes e que ele imediatamente acelerou para compensar a diferença , não consideramos que seria necessário ou apropriado penalizar Russell por uma largada lenta do pit lane. Portanto, não tomamos nenhuma ação adicional."

No entanto, os comissários consideram que os regulamentos relativos ao procedimento da volta de apresentação podem ser melhorados, especialmente no que diz respeito ao líder ditar o ritmo. O Artigo 58.8 do Regulamento Esportivo estabelece que o carro líder deve permanecer a dez carros do carro de segurança antes do reinício quando suas luzes estiverem acesas.

No entanto, uma vez que a mensagem foi dada às equipes de que haverá um reinício parado, as luzes do safety car se apagam e o líder pode mudar isso - exatamente o que aconteceu nesta ocasião no início da volta. O artigo 58.11 dos regulamentos esportivos afirma: "Neste ponto, o primeiro carro na fila atrás do safety car pode ditar o ritmo e, se necessário, abrir uma distância de mais de dez (10) carros atrás dele."

Os comissários acham que essa liberdade para o carro da frente ditar o ritmo tão cedo na volta poderia ser abordada com regras melhores. Ele disse: "Consideramos que parte do problema é o regulamento que permite que o carro da frente estabeleça o ritmo mesmo quando o reinício é parado do pit lane (como oposição a uma partida contínua). “Talvez isso deva ser analisado no futuro para ver se é apropriado para um reinício dessa natureza”.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Massa estuda judicializar "roubado" GP de Singapura de 2008 por título que ficou com Hamilton: "Justiça"
Próximo artigo F1 - Horner manda indireta para Mercedes ao falar sobre fama de 'má' da Red Bull: "Se tivéssemos um piloto britânico..."

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil