F1: Entenda como Sainz quebrou "maldição" dos pilotos de casa nova

Espanhol demonstrou em Portugal que aprende rápido ao ultrapassar seu companheiro de equipe Charles Leclerc no Q3 para se colocar em quinto lugar

F1: Entenda como Sainz quebrou "maldição" dos pilotos de casa nova

As lutas de alguns pilotos para se adaptarem às suas novas equipes na Fórmula 1 têm sido um grande ponto de discussão, mas parece que Carlos Sainz está contrariando essa tendência.

Em Portugal, no sábado, o novo piloto da Ferrari demonstrou que aprende rápido ao ultrapassar seu companheiro de equipe Charles Leclerc no Q3 para se colocar em quinto lugar.

Leia também:

Aconteceu em um dia onde o vento e uma pista com condições complicadas tornaram uma espécie de loteria, e em um dia em que Leclerc prontamente admitiu que não apresentava sua melhor performance no Q3.

No entanto, foi um passo extremamente encorajador para Sainz, enquanto ele continua ao longo de sua curva de aprendizado pessoal.

As novas lutas podem ter surpreendido muitos observadores, mas esquecemos como esses carros são complexos de guiar e o que é preciso para levá-los ao limite.

Carlos Sainz Jr., Ferrari in the press conference

Carlos Sainz Jr., Ferrari in the press conference

Photo by: FIA Pool

Na quinta-feira, em Portugal, o espanhol disse como está tentando se aproximar desse limite.

"Ainda estou longe", admitiu. "Mas isso não significa que você não possa ter um fim de semana realmente bom. Se por alguma razão neste fim de semana eu sinto que o carro está muito bom e gosto do circuito, ainda posso ter um fim de semana forte."

"É como você pode organizar este fim de semana de forma consistente, assim como eu estava fazendo no meu segundo ano na McLaren. Essa é a grande diferença."

"Indo para 2020, meu segundo ano, percebi que poderia fazer isso com muito mais consistência e muito melhor apenas por causa da memória muscular, sabendo exatamente o que o carro fará em cada final de semana, repetindo as pistas com o mesmo carro. É mais fácil."

"Isso não significa que eu não possa chegar lá o mais cedo possível, e estou me esforçando a cada sessão para tentar coisas novas, para mudar meu estilo de pilotagem para me adaptar. Este desafio é realmente muito difícil mentalmente, e como piloto é difícil. Mas também é uma boa diversão, porque você também está sempre descobrindo coisas novas."

Depois de se classificar em um frustrado 11º lugar em Ímola, Sainz insistiu que era tão rápido quanto Leclerc.

Sainz foi competitivo desde o início em Portimão. O quarto mais rápido na sexta-feira, ele foi então o sétimo, pouco antes de Leclerc, na manhã de sábado.

Carlos Sainz Jr., Ferrari SF21

Carlos Sainz Jr., Ferrari SF21

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

O quinto lugar no Q1 foi promissor, o Q2 foi um pouco difícil, ele teve que mudar de médios para macios, e quando foi para o Q3, ele conquistou o quinto lugar, atrás dos quatro carros da Mercedes e Red Bull.

"Fiz hoje e o importante é que o fiz duas vezes em condições difíceis", disse ao Motorsport.com.

“Hoje foi muito, muito difícil no último setor, vocês não podem imaginar como os carros são imprevisíveis e como eles são difíceis de guiar. E o fato de eu ter feito algumas boas voltas no Q3 me dá uma boa sensação."

"Fizemos bons progressos com o meu estilo de pilotagem, tentei guiar um pouco diferente neste fim de semana, tentei também coisas diferentes na afinação que fiz para frente e para trás, e isso me deu uma sensação melhor e sinto que estou progredindo. Mas ainda há coisas para descobrir, com certeza. "

Além do estilo de direção, ele está experimentando a configuração, descobrindo o que funciona e o que não funciona com a Ferrari.

Carlos Sainz Jr., Ferrari

Carlos Sainz Jr., Ferrari

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Sainz foi o primeiro a admitir que seu processo de aprendizagem está longe de ser concluído e que ele não desvendou o segredo de repente. A Scuderia concordou com a avaliação do espanhol.

"Não, não é uma bala mágica", disse o diretor esportivo da Ferrari, Laurent Mekies. "É apenas trabalho árduo após trabalho árduo após trabalho árduo."

"E é isso. Então não tem nada a ver com balas mágicas. É apenas o trabalho duro que ele fez agora. As condições eram muito complicadas com o vento e os pneus e ele fez um trabalho muito bom com a equipe para conseguir chegar lá. Charles estava um pouco menos confortável com os pneus macios."

F1 AO VIVO: Mercedes X RBR, Bottas VS Russell e tudo do GP da Espanha com Rico Penteado | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Oscar das pistas: histórias da F1 que rendem filme

 

.

 

compartilhar
comentários
F1 AO VIVO: Mercedes X RBR, Bottas VS Russell e tudo do GP da Espanha com Rico Penteado | TELEMETRIA

Artigo anterior

F1 AO VIVO: Mercedes X RBR, Bottas VS Russell e tudo do GP da Espanha com Rico Penteado | TELEMETRIA

Próximo artigo

F1: Ferrari contará com atualizações em Barcelona na tentativa de prolongar duração dos pneus

F1: Ferrari contará com atualizações em Barcelona na tentativa de prolongar duração dos pneus
Carregar comentários