Fórmula 1 GP do Japão

F1: Equipe rejeitada pela FIA detalha planos da candidatura fracassada; confira

Fabricante neozelandesa tinha plano de reservar um assento exclusivamente para uma mulher

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Lando Norris, McLaren MCL60, Oscar Piastri, McLaren MCL60, Carlos Sainz, Ferrari SF-23, Charles Leclerc, Ferrari SF-23, Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, the rest of the field at the start

Conforme revelado pelo Motorsport.com durante o fim de semana do GP do Japão, a Rodin foi uma das três novas equipes de Fórmula 1 que não conseguiram passar pela rodada final de seleção da FIA para se juntar ao grid da categoria a partir de 2025, no mínimo. 

Leia também:

A rejeição da fabricante neozelandesa significa que a Andretti Global é agora a única equipe que ainda permanece na disputa, com a previsão de que a equipe americana receberá o sinal verde da FIA, desde que consiga chegar a um acordo sobre os termos comerciais com a FOM. 

Embora a Rodin, que investiu na altamente respeitada equipe júnior da Carlin no início deste ano, nunca tenha anunciado formalmente seu plano antes do processo de seleção da FIA,  deu mais alguns detalhes sobre o que pretendia fazer. 

Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, a empresa confirmou que sua proposta para ingressar na F1 não foi bem-sucedida, mas sugeriu que o que havia planejado "justificava seu mérito". 

"Gostaríamos de enfatizar que nosso objetivo aqui não é criticar a FIA ou buscar uma reconsideração de sua decisão", disse a empresa: "Respeitamos e aceitamos totalmente o resultado. Nosso único objetivo é divulgar informações que consideramos de interesse público para informar a comunidade da Fórmula 1." 

A Rodin planejava construir seus carros de F1 a partir de sua fábrica na Nova Zelândia, que inclui uma instalação completa de motores, bem como recursos compostos e sua própria pista de testes. Recentemente, a empresa montou, fabricou e testou seu carro de pista FZero lá.  

Embora a construção de seu próprio motor para a F1 não estivesse no radar, a Rodin sugeriu que teve a "oportunidade de discutir uma colaboração com a Ferrari" em seu projeto de F1, embora não esteja claro o grau exato de avanço das negociações com a organização de Maranello.

Jamie Chadwick

Jamie Chadwick

Foto de: Indy Lights

O mais interessante é que a Rodin disse que parte de sua proposta incluía o compromisso de ter uma piloto mulher em sua equipe de F1 - sendo Jamie Chadwick, tricampeã da W Series, um alvo claro. 

Rodin disse: "Nós nos comprometemos a reservar uma vaga para uma piloto mulher. Testamos Liam Lawson, Jamie Chadwick e Louis Sharp em nossas instalações na Nova Zelândia, tanto em um carro de F3 quanto em nosso próprio carro, o Rodin FZed, que é um carro um pouco mais rápido que um carro de GP2/F2. Jamie teve um desempenho excepcional e, se ela estivesse disponível, não hesitaríamos em colocá-la em um lugar". 

A Rodin também acreditava que, por ser proprietária da Carlin, ela tinha um caminho bem-sucedido para os pilotos da série júnior, com a equipe competindo na F4, GB3, F3 e F2. 

E acrescentou: "Embora a Andretti tenha um longo histórico de participação bem-sucedida nas corridas dos EUA, nosso programa oferece uma escada direta para F1, competindo nos campeonatos britânicos e europeus". 

No aspecto financeiro, a equipe acreditava que poderia financiar totalmente a operação de F1 por meio da fortuna pessoal do fundador David Dicker, que se acredita valer mais de US$ 1 bilhão. Embora desapontada por ter perdido a oportunidade de participar da F1 desta vez, a Rodin disse que continuaria a se esforçar em seus outros projetos de automobilismo.

"Apreciamos a oportunidade de ter participado do processo da FIA e desejamos à Andretti que sua proposta seja bem-sucedida", acrescentou. "A Rodin Cars continua comprometida em ampliar os limites do automobilismo e continuará a buscar a excelência no mundo das corridas."

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast debate tensão interna na Mercedes e até quando Pérez 'sobrevive' na Red Bull

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte também do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Lista de maiores campeões de construtores tem brasileiro no ‘pódio’; confira
Próximo artigo F1: Newey explica por que não 'embarcou' no "zeropod" da Mercedes

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil