Últimas notícias
Fórmula 1 GP da Emilia Romagna

F1: Ferrari garante que novo assoalho funciona e dá mais confiança aos pilotos

Um dos pontos fracos do SF-23 neste início de campeonato tem sido a imprevisibilidade do comportamento, aspecto que os pilotos têm destacado por diversas vezes

Carlos Sainz, Ferrari SF-23, leaves the garage

Durante o fim de semana de Fórmula 1 em Miami, a Ferrari iniciou sua jornada de atualização trazendo um assoalho revisado em vários de seus elementos. Uma extensa intervenção que viu não só mudanças na parte externa, mas também no difusor e nos perfis para os túneis Venturi, demonstrando o extenso trabalho nos bastidores.

Leia também:

No entanto, o fim de semana nos Estados Unidos não correu de acordo com o planejado, em parte porque os pilotos não conseguiram extrair totalmente o potencial do carro na classificação, mas também porque a corrida rendeu pouca satisfação. Após o primeiro stint, Carlos Sainz teve que ceder posição a Fernando Alonso e George Russell, enquanto Charles Leclerc permaneceu muito tempo preso no tráfego e foi ultrapassado por um Lewis Hamilton em recuperação.

Embora na prática seja uma performance difícil de digerir, em outros aspectos a equipe italiana ficou satisfeita, sobretudo porque as primeiras inovações conseguiram dar pequenos e encorajadores sinais na correção de alguns pontos fracos do carro.

De fato, desde o início do campeonato, os pilotos queixaram várias vezes do comportamento do carro, muitas vezes descrito como imprevisível. Um personagem que a Ferrari está tentando resolver para garantir maior confiança para quem está ao volante e, conforme explica Jock Clear, o desenvolvimento do novo fundo tem caminhado nessa direção.

Dettaglio dell'entrata dei canali Venturi della Ferrari SF-23

Dettaglio dell'entrata dei canali Venturi della Ferrari SF-23

Photo by: Giorgio Piola

"Sim [funcionou como esperado]. E é uma boa pista [para testar]. Uma das razões pelas quais a trouxemos para Miami é que a área em que estamos trabalhando é principalmente a estabilidade em média e alta velocidade. Essa é uma pista que deixa isso claro. Nós o instalamos em um carro na sexta-feira e fizemos alguns testes consecutivos entre os carros. Temos certeza de que funcionou como esperávamos, então os dois carros passaram por essa superfície à tarde."

Paradoxalmente, o erro de Leclerc durante a classificação seria a prova de que as atualizações funcionaram conforme o esperado, pois teria dado a ele mais confiança para acelerar na seção rápida: "O desempenho era o que esperávamos e ambos os pilotos estavam muito mais confortáveis com o carro, graças à estabilidade nas velocidades média e alta. E talvez o que aconteceu no sábado com Charles seja a prova disso. Nas curvas 4-5-6 em alta velocidade, ele realmente se esforçou muito. E o que se viu foi o que se viu."

Entre o projeto, o teste no túnel de vento e a produção, o novo fundo levou cerca de um mês para a equipe técnica: "Obviamente, ele precisa passar pelo projeto, pelo túnel de vento e depois pela produção. Mas eu diria que esse fundo, ou o processo que levou a esse fundo, é provavelmente um processo de cerca de quatro semanas", acrescentou Clear.

Ferrari SF-23, dettaglio dei sidepods

Ferrari SF-23, dettaglio dei sidepods

Photo by: Jon Noble

É claro que a solução trazida para Miami não revolucionará o carro, mas representa o primeiro passo no pacote de atualizações que continuará em etapas nas próximas rodadas do campeonato mundial. A ideia é corrigir, passo a passo, esse comportamento imprevisível que também surgiu devido à mudança de direção do projeto seguida no inverno, o que também atrasou o trabalho de configuração: "Com o novo pacote aerodinâmico durante o inverno, demoramos um pouco para encontrar a configuração certa. Sabemos que fizemos progressos na Austrália."

"E certamente fizemos um grande progresso no Azerbaijão e essa base novamente ajuda a trazer o carro para uma janela melhor. Esse é provavelmente o principal objetivo no momento, tornar o carro um pouco mais dócil para que os pilotos tenham um pouco mais de confiança", acrescentou Clear referindo-se ao progresso que a escuderia italiana acredita ter feito desde o GP da Austrália, onde fizeram algumas mudanças de configuração voltadas mais para a corrida.

"A mudança nos regulamentos durante o inverno se referia principalmente ao tamanho e à altura do fundo. E, é claro, a altura do fundo em relação ao solo tem uma enorme influência em todo o pacote de downforce. Você gera muita força descendente na parte inferior e na asa traseira, mas elas estão interconectadas."

Charles Leclerc, Ferrari SF-23

Charles Leclerc, Ferrari SF-23

Photo by: Jake Grant / Motorsport Images

"Os pilotos nos deram feedback nas quatro primeiras corridas do ano sobre os pontos em que o carro está falhando. E é claro que podemos nos sobrepor à Red Bull, que é a referência no momento. Podemos ver onde estamos perdendo desempenho e podemos ser bastante específicos sobre como melhorar essas áreas. No geral, estamos apenas tentando obter mais downforce e menos arrasto, mas é isso que todos estão tentando fazer."

"Mas as pequenas mudanças ainda são muito importantes, porque você não vai encontrar 2%, 3%, 4% de downforce. Mas você pode mover o ar ligeiramente e isso altera a janela de equilíbrio. Portanto, ao dar ao piloto um equilíbrio mais consistente nas curvas em velocidade média, alta velocidade, baixa velocidade, frenagem, entrada e saída, todas essas áreas em que o fundo se move muito, podemos tentar tornar o carro um pouco mais dócil. E isso o torna mais previsível para o piloto."

Podcast Motorsport.com debate: F1 chata? Culpa é da Red Bull ou dos carros atuais?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior VÍDEO: Voz de Ayrton Senna é reconstituída com inteligência artificial; ouça agora
Próximo artigo ANÁLISE F1: Esqueça o DRS, o verdadeiro trunfo da Red Bull está em outro lugar

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil