Fórmula 1 GP da China

F1: Ferrari pode alcançar Red Bull na China, diz estrategista da Fórmula 1

Bernie Collins acredita que circuito de Xangai destacará pontos fortes da Scuderia

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Fórmula 1 realizará uma corrida na China neste final de semana pela primeira vez desde 2019, principalmente devido ao surto de coronavírus. A Red Bull dominou o início da temporada de 2024, vencendo três das quatro primeiras corridas, enquanto na Austrália a Ferrari venceu, aproveitando ao máximo o abandono de Max Verstappen.

Antes do GP da China, Bernie Collins, ex-estrategista da Aston Martin, disse que a equipe de Maranello pode diminuir a diferença em relação à Red Bull e que o desenho da pista permitirá que ela se distancie da McLaren: "Acho que a Ferrari vai jogar com seus pontos fortes. Há uma chance de chegar um pouco na Red Bull e talvez se distanciar da McLaren."

Leia também:

Quanto às chances da Mercedes, ela acrescentou: "Antes do Japão, a Mercedes estava muito insatisfeita com o carro e eles falaram muito sobre o simulador não estar funcionando corretamente, então eles têm que adaptar o carro a certas mudanças ambientais."

"Não é um bom presságio quando você vai para uma nova corrida em um local com muitas incógnitas. Se você não consegue simular uma corrida, isso é um problema, mesmo que você tenha feito quatro corridas lá nos últimos quatro anos, ainda mais se você estiver indo para uma pista completamente desconhecida."

A Ferrari venceu o GP da China pela última vez em 2013, depois disso a equipe de Toto Wolff, atual campeã em Xangai, venceu entre 2014 e 2019. Com apenas uma sessão de treinos livres antes da sprint shootout de sexta-feira, Collins acredita que será um "grande desafio" para todas as escuderias neste fim de semana:

"Os pilotos não estão acostumados com essa pista, o que afetará tudo, desde a estratégia, a configuração, as simulações antes da corrida, quais molas e amortecedores usar e a escolha de cada componente que eles podem colocar no carro."

"Não sabemos em que condições a pista está. Estamos indo para lá agora, não sabemos o que haverá lá. E será um grande, grande desafio para as equipes. Já seria em um fim de semana normal, mas ainda mais em um fim de semana de sprint."

"Seguem falando M****", diz Hamilton! Sainz 'CUTUCA' RBR, Max e Pérez MANDAM RECADOS | A F1 na China

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast TELEMETRIA: Rico Penteado destrincha detalhes do GP da China

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Motorsport Business #12 – Gabriel Hackme, da PRIO, e Nicolas Costa: a relação piloto e patrocinador

.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: O que há por trás da "pista pintada" de Xangai que surpreendeu os pilotos?
Próximo artigo F1: Alonso confirma conversas com Red Bull antes de "decisão fácil" com Aston Martin

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil