F1: Ferrari vê vantagem da Red Bul em retas como "boa proteção" sobre rivais

Diretor esportivo da Ferrari, Laurent Mekies, vê este como motivo principal dos carros da equipe austríaca conseguir superioridade nas últimas corridas

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

A atual vantagem de velocidade em reta da Red Bull oferece “muito boa proteção” sobre o resto das equipes da Fórmula 1, de acordo com o diretor esportivo da Ferrari, Laurent Mekies.

A Red Bull conquistou seu primeiro campeonato de construtores de F1 desde 2013, depois de vencer o GP dos Estados Unidos no domingo, com Max Verstappen.

Leia também:

Ele conquistou sua 13ª vitória no ano, igualando o recorde compartilhado por Michael Schumacher e Sebastian Vettel, e a 15ª da equipe na temporada.

Verstappen se recuperou de uma falha na troca de pneus que lhe custou cerca de nove segundos para ultrapassar Charles Leclerc, da Ferrari, e o líder da corrida, Lewis Hamilton, auxiliado pela vantagem de velocidade em reta do Red Bull RB18.

Leclerc se recuperou do 12º lugar no grid para dar o salto em Verstappen quando a Red Bull teve seu pit stop lento, mas só conseguiu ficar à frente por algumas voltas, antes de ficar para trás novamente.

Verstappen ultrapassou Leclerc e Hamilton com manobras no final da reta, usando o DRS, permitindo que ele avançasse e os deixasse incapazes de responder.

“Não é a primeira corrida em que eles correm com vantagem de velocidade máxima sobre todos os outros competidores”, disse Mekies, após a corrida.

“Eles conseguiram lidar com isso e certamente quando há lutas como hoje, é uma vantagem. É algo que sempre tentamos equilibrar entre o tempo de volta e a velocidade máxima.

“A conclusão é que eles tiveram um pouco de vantagem no ritmo, como fizeram na maioria dos domingos deste ano.

“Eles podem ter uma proteção muito boa de nós para atacar com sua velocidade máxima.”

A vitória de Verstappen estendeu a sequência da Red Bull para oito corridas, com a última vitória não-Red Bull no GP da Áustria em julho, quando Leclerc venceu pela Ferrari.

O companheiro de equipe de Leclerc, Carlos Sainz, havia começado a corrida da pole position, mas até o contato na primeira curva com George Russell. Isso deixou seu carro com danos que o obrigou a abandonar no final da primeira volta.

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, the field as Carlos Sainz, Ferrari F1-75, spins in the first corner

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, the field as Carlos Sainz, Ferrari F1-75, spins in the first corner

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

“Foi um choque perder Carlos assim depois de algumas centenas de metros e é muito raro ver isso acontecer”, disse Mekies.

“É parte do jogo, mas é uma pena, porque foi uma grande oportunidade e acho que estávamos todos – nós, Red Bull e Mercedes – no ritmo, então teria sido ótimo lutar também com Carlos.”

Leclerc acabou terminando a corrida em terceiro lugar, mas admitiu que sentiu um pouco de decepção, dada a rapidez com que foi e o que poderia ter sido possível sem a penalidade.

“Largar de 12º com Charles e, em algum momento, lutar pelo 2º lugar foi uma maneira brilhante de entrar em campo, muito bem executado por Charles, para a equipe”, disse Mekies.

“Foi uma boa maneira de progredir no grid. Acho que em algum momento também foi uma boa luta com o Max.

“Ele lutou muito, mas provavelmente ainda estamos um pouco abaixo em comparação com Max em condições de corrida, mas definitivamente Charles deu uma boa chance.”

Hamilton DESAFIANDO Verstappen? Williams-Porsche, FIA alvo de CRÍTICAS e tudo do GP dos EUA de F1!

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

Podcast Motorsport.com #200 - F1 virá 'vidraça': é preciso um 'choque de realidade'?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Alonso coloca 'panos quentes' sobre acidente com Stroll em Austin
Próximo artigo F1 - "Talvez precise de treinamento": ex-piloto critica Hamilton no GP dos EUA

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil