F1: FIA investiga Toto e Susie Wolff por possível conflito de interesse

Diretores de outras equipes reclamaram com a entidade sobre as atividades do casal

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG and his wife Susie Wolff

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG and his wife Susie Wolff

Mark Sutton / Motorsport Images

O chefe da Mercedes na Fórmula 1, Toto Wolff, e sua esposa Susie estão sendo investigados pelo departamento de compliance da FIA por um possível conflito de interesses.

Leia também:

O desenvolvimento dramático ocorre depois que a entidade sentiu que precisava agir com base nas reclamações dos chefes das equipes sobre as atividades do casal. Toto Wolff é o diretor Mercedes, enquanto Susie é diretora administrativa da F1 Academy, que é administrada pelos detentores dos direitos comerciais da F1, a Liberty Media.

Entende-se que há preocupações de que o casal tenha acesso a informações que normalmente não estariam disponíveis em canais regulares, o que poderia, portanto, ser visto como um conflito de interesses. A sugestão é que Wolff tem acesso a conhecimentos confidenciais sobre as atividades da FOM, o que os chefes de equipe rivais não têm, enquanto Susie está bem informada sobre as discussões dos diretores de equipe que podem ser úteis à FOM.

Isso gerou preocupações de que conversas supostamente secretas dos chefes de equipe poderiam estar sendo transmitidas à gerência sênior da F1. Uma reportagem da revista BusinessF1 sugeriu que um comentário feito por Wolff em uma recente reunião dos diretores de equipe, com base em informações que só poderiam ter vindo da FOM, serviu de estopim para que outros chefes reclamassem.

Embora as equipes rivais não tenham expressado publicamente suas preocupações sobre a situação, sabe-se que o presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem, foi pressionado sobre a possibilidade de um conflito de interesses.

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG, arrives into the paddock with Susie Wolff

Foto de: Carl Bingham / Motorsport Images

Toto Wolff, chefe de equipe e CEO da Mercedes AMG, chega ao paddock com Susie Wolff

Em resposta a isso, Ben Sulayem pediu ao Departamento de Compliance da FIA para investigar. Uma declaração da FIA na terça-feira disse: "A FIA está ciente da especulação da mídia centrada na alegação de que informações de natureza confidencial foram passadas a um diretor de equipe de F1 por um membro do pessoal da FOM. O Departamento de Conformidade da FIA está investigando o assunto".

Susie Wolff foi nomeada diretora administrativa da F1 Academy em março deste ano, tendo atuado mais recentemente como diretora de equipe e, mais tarde, como CEO da equipe Venturi na Fórmula E entre 2018 e 2022.

Fundadora da iniciativa Dare To Be Different, um programa concebido para impulsionar a participação feminina no automobilismo, a escocesa já foi palestrante principal em grandes conferências, como a 2023 Pendulum Summit, em Dublin. Em sua função de diretora administrativa da F1 Academy, Wolff se reporta diretamente ao CEO da F1, Stefano Domenicali.

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Em meio a 'treta' com Barcelona, Madri se aproxima de GP em 2026
Próximo artigo F1, Mercedes e Susie Wolff se defendem sobre acusação de conflito de interesses

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil