F1: Gasly deve se aproximar de punição após "churrasco" em motor no Bahrein

Equipe italiana analisa consequências do fogo que levou a safety car nas voltas finais do GP

F1: Gasly deve se aproximar de punição após "churrasco" em motor no Bahrein
Carregar reprodutor de áudio

O piloto da AlphaTauri, Pierre Gasly, pode ter dado um passo adiante para ser o primeiro piloto da Fórmula 1 a tomar uma punição de grid em 2022, após uma suspeita de falha em sua bateria no GP do Bahrein causar um "churrasco".

Gasly parou na área de escape após problemas em seu carro no fim da corrida, e um incêndio espetacular causou um período de safety car. Agora, a equipe italiana corre para reconstruir boa parte do AT03 antes do GP da Arábia Saudita, podendo inclusive mudar o chassi do francês.

Leia também:

Porém, uma preocupação maior admitida pela equipe é que isso pode levar ao descarte de um dos dois armazenamentos de energia da Honda que Gasly tem para a temporada após apenas um fim de semana, o que garantiria uma punição para o francês em algum momento do ano, já que o outro não aguentaria o campeonato todo. Outros elementos da unidade também podem ter sido danificados.

Gasly vinha em uma corrida forte no Sakhir e lutava contra carros como Fernando Alonso e Kevin Magnussen antes do problema.

"Não tive nenhum alerta, o que é muito estranho", disse ao Motorsport.com. "Não sei ainda o que aconteceu. Na saída da curva um o carro desligou e eu parei. Daí, do nada começou um churrasco na traseira do carro".

"Estávamos super confiantes após os testes, não tivemos nenhum problema, e isso mostra como esse esporte te mantém com os pés no chão: você não pode ter muita confiança sobre nada. Espero que o motor não seja perdido com isso, mas lidaremos".

"Não foi o final que queria, especialmente após uma corrida que vinha bem, com uma boa largada, boa batalha com Fernando, que foi bem divertida, e depois com Kevin também. Estávamos em oitavo com certo conforto, então é uma pena perder esses pontos".

Jody Egginton, diretor técnico da AlphaTauri, confirmou que a equipe não teve nenhum alerta do problema.

"Foi uma falha instantânea, uma perda total de potência elétrica. No momento, está potencialmente relacionada à bateria, mas não sabemos exatamente. Estamos investigando. Temos que encontrar a falha antes, mas o cenário pode indicar a mudança de um elemento da unidade de potência".

"Um minuto o carro estava ok, e do nada falha total. Perdemos potência imediatamente, o carro parou e tivemos o fogo. A fonte do fogo pode estar em peças que estavam muito quentes e que não foram refrigeradas corretamente. Olhamos, parece que há muito dano superficial".

"Ainda estamos avaliando, mas pelo menos a suspensão traseira, cabeamento e carenagem serão novos. Vamos avaliar a bateria, o motor de combustão interna, porque há muito material do extintor de incêndio no carro. No pior cenário, é um elemento da unidade de potência e o chassi".

F1 2021: LECLERC lidera DOBRADINHA da FERRARI, Verstappen QUEBRA, Pérez ERRA e Hamilton é PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast: Saiba os pontos fortes e os pecados da quarta temporada de DRIVE TO SURVIVE

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: A asa de baixo arrasto que levou a Red Bull às maiores velocidades máximas no GP do Bahrein
Artigo anterior

F1: A asa de baixo arrasto que levou a Red Bull às maiores velocidades máximas no GP do Bahrein

Próximo artigo

Irmãos Fittipaldi lançam NFTs para arrecadar fundos para refugiados da Ucrânia

Irmãos Fittipaldi lançam NFTs para arrecadar fundos para refugiados da Ucrânia